.
.
.
.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Orquestra Petrobras Sinfônica

 Um dos mais jovens diretores executivos de orquestra do mundo, Mateus Simões é carioca, tem 32 anos e um perfil bem diferente do que se possa imaginar. Apesar da pouca idade, ele tem experiência e um sentido especial para captar boas oportunidades. Sua carreira na música clássica começou na Orquestra Sinfônica Brasileira, passa pela Utah Symphony/Utah Opera e hoje, ele é diretor da Orquestra Petrobrás Sinfônica, uma das mais importantes do país, que traz como Diretor Artístico e Regente Titular o maestro Isaac Karabtchevsky. O mais curioso? Isso tudo de um jovem fã de punk rock e metal, e que até hoje costuma tocar pelo Brasil.

 Desde 2006 em contato com o mundo da música erudita, na OSB foi assistente da direção de marketing. Na época, o seu primeiro contato foi também arrebatador e, desde então, a relação com a música clássica só ficou mais forte:

“Acabei me apaixonando. Trabalhei lá por 1 ano e meio, mais ou menos, e saí da área. Dois anos depois, em 2009, a OPES me chamou para um freela, e acabou reacendendo a chama. O relacionamento foi se desenvolvendo, e hoje sou o Diretor Executivo. Desde o primeiro dia na OSB eu fiquei apaixonado pelo mundo da música clássica! Era o que precisava para voltar”, revela. Continue lendo...



 

São mais de 10 anos dedicados à música erudita e, apesar de tamanha experiência, o preconceito em relação à sua idade ainda existe. Como um dos diretores de orquestra mais novos da país, no início da carreira Mateus teve de lidar com pessoas que não acreditavam na sua capacidade de levar um grupo orquestral administrativamente. Seu background relacionado à cultura punk rock, banda independente, DJ e colunista de site musical se tornou a força motora para o sucesso.

 

“O espírito punk é o Do It Yourself. Não espere os outros, arregace as mangas e faça você mesmo. Todo mundo tem que ajudar em tudo. Não é porque eu sou diretor executivo que não vou participar da produção, ou até mesmo ajudar a carregar estantes quando necessário. É aí que encontro a maior interseção. Temos que sempre ter novas ideias para atrair um público diferente! Isso tudo somado a excelência artística, que está a cargo do Maestro Isaac Karabtchevsky e dos ótimos músicos da OPES, a melhor combinação possível”, analisa.

 

Por mais que ainda exista esse empecilho, o trabalho administrativo de Mateus Simões com a Orquestra Petrobras Sinfônica é digno de nota. Os concertos estão mais cheios, foram fechadas mais parcerias e, hoje, a orquestra consegue viajar todo o país.

Nos últimos três anos, durante a gestão de Simões, a Orquestra realizou turnê que passou por todas as regiões brasileiras; produziu documentário que foi selecionado para o Festival do Rio e o Festival de Mimo de Música Instrumental, em Olinda; aumentou em 70% o retorno de mídia espontânea; retornou com o concerto de Natal; desenvolveu o projeto “O Clássico é...”, uma parceria com a DeckDisc que já recebeu elogios de artistas como Pitty, Grupo Revelação e Ira!; lançou o projeto Ventura Sinfônico (onde o grupo toca Los Hermanos), que teve 1600 ingressos esgotados em 36 minutos; implantou o Projeto Espectro, que seleciona um fotógrafo diferente para cada concerto, que nunca tenha registrado, ou até visto uma orquestra ao vivo; e ainda, ganhou o Prêmio Profissionais da Música, com o projeto #ConcertoSecreto, em uma parceria inédita entre uma orquestra e uma cervejaria, a Jeffrey.

O destaque dessas e outras iniciativas fez com que Mateus Simões recebesse também o título de Comendador, por meio da Medalha do Mérito Cultural Carlos Gomes. Agora, Mateus se prepara para novos desafios à frente da OPES. Em novembro, acontece o lançamento da Nova Orquestra Petrobras Sinfônica, um reposicionamento da OPES em um momento mais do que oportuno: a comemoração pelos 30 anos de patrocínio da Petrobras. Além disso, a organização prepara a turnê do projeto “Ventura Sinfônico”, levando a outras cidades o show com repertório do reverenciado álbum do Los Hermanos. E, para completar, um novo EP com releituras da música popular brasileira chega aos serviços de música digital em breve. É “O Clássico É Samba”, com quatro versões de músicas do catálogo da Deck.

Sem deixar de lado seu trabalho mais rock n’ roll, Mateus prepara com sua banda, a Phone Trio, um novo EP de quatro faixas, intitulado “Bonanza”. O público poderá conferir em breve estas e outras novidades, já programadas para o final de 2016 e primeiro semestre de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

'

'

Este Blog é corretamente visualizado com o Navegador FIREFOX . Portanto, se voce deseja redescobrir este Blog e a Grande Maioria dos Grandes Sites da Web, use o Navegador FIREFOX. O único totalmente compatível com Sites da Web 2.0, A ELITE DA INTERNET. Já usa o Firefox? Parabens! Ainda não tem? CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA AGORA O DOWNLOAD TOTALMENTE GRATUITO e DESCUBRA UM "MUNDO NOVO" EM SEUS SITES PREFERIDOS!!!

Live Traffic

WARNIG:

This page is displayed correctly with Firefox. Screen Resolution 1024 by 768 pixels.
'











































'