.
.
.
.

domingo, 16 de maio de 2010

The Planet Sleeps


                            The Planet Sleeps                                 
                                                Planet Sleeps é um disco de, Cantigas de Ninar...
     "Apurai os vossos ouvidos às esferas que cantam pelo céu afora. Ouvi as suas cantigas de ninar para o nenê gigante que dorme no seu berço de areias movediças, para o rei dos mendigos vestido de trapos, para o corisco agrilhoado, para o deus envolto em faixas. Escutai a Terra que ao mesmo tempo dá à luz, amamenta, cria, faz casar e enterra. Escutai as feras rondando na floresta, urrando, uivando, rasgando, rasgadas; répteis, rastejando pela sua trilha; insetos zunindo suas canções místicas; pássaros ensaiando, em seus sonhos, contos dos prados, cantigas dos regatos; árvores e arbustos e tudo que respira sorvendo a vida na taça da morte. Do alto da montanha e do vale; do deserto e do mar; do ar e debaixo da relva lança-se um desafio ao Deus velado pelo Tempo. Escutai as mães do mundo - como choram, como se lamentam; e os pais do mundo como gemem, como se afligem. Escutai como os seus filhos correm para o canhão e do canhão, censurando Deus e amaldiçoando o Destino, fingindo Amor e respirando ódio, bebendo devoção e suando medo, semeando sorrisos e colhendo lágrimas, estimulando com o seu sangue vermelho a fúria do dilúvio que se prepara. Escutai como os seus estômagos encolhem, e as suas pálpebras inchadas piscam, e os seus dedos mirrados vão às apalpadelas buscando a carcaça da esperança; e seus corações se distendem e rebentam de monte em monte e de pilha em pilha. Escutai os motores satânicos zumbir e as grandes cidades ruir; as poderosas cidadelas dobrarem os sinos dos seus próprios funerais, e os monumentos do passado cair nos atoleiros de lama e sangue: Escutai as orações do justo soando, alegremente, em sintonia com os gritos de luxúria, e o balbuciar sem arte da criança em rapsódia com o perverso tagarelar; o sorriso envergonhado da donzela gorgeando com a astúcia da prostituta; e o êxtase do valente cantarolar as maquinações do velhaco. Em todas as tendas e choças de todas as tribos e clãs, as trombetas noturnas executam o hino de guerra do Homem. Mas a Noite, a feiticeira, funde as canções. Os desafios, os hinos de guerra e tudo mais, em canção, demasiado sutil, para o ouvido. Canção tão grandiosa, tão infinita no compasso, de tão profundo tom, tão melodioso coro, que até o coro e a sinfonia dos anjos, em comparação, não passam de ruído e murmúrio. Essa é a canção de triunfo do Homem vitorioso. As montanhas cochilando no regaço da Noite; os desertos remanescentes com suas dunas; os vales sonâmbulos, as estrelas errantes, os habitantes nas cidades dos mortos. A Santa Triunidade e a Vontade Total saúdam e aclamam o Homem Liberto. Felizes são aqueles que ouvem e compreendem. Felizes são aqueles que, ao se encontrarem sós com a Noite, sentem-se calmos, profundos e vastos como a própria Noite; cujas faces não são feridas, no escuro, pelos males que eles cometeram no escuro; cujos olhos não estão cheios das lágrimas que fizeram seus semelhantes verter; cujas mãos não coçam de más intenções e de ganância; cujos ouvidos não são assediados pelos silvos da sua luxúria; cujo pensar não é mordido pelos seus pensamentos; cujos corações não são moradas de todas as preocupações que surgem, ininterruptamente, de todos os cantos do Tempo; cujos receios não cavam túneis em seus cérebros; que podem dizer corajosamente à Noite: 'Revela-nos ao Dia', e dizer ao Dia: 'Revela-nos à Noite'. Sim, três vezes felizes são os que, estando a sós com a Noite, sentem-se tão à vontade, tão em paz, tão infinitos, como a Noite.Para eles, somente, é que a Noite canta a canção do Homem Liberto"
                                                                            Mikhail Naimy


1. Chi Mi Na Morbheanna (The Rankin Family)
2. Yhanaway Hay Yowna (Sherrilyne Blakey-Smith)
3. Phnom Penh Lullaby (Hun Sarath/Marc Marder)
4. Ana Latu (The Kingdom Of Tonga Cultural Group)
5. Berceuse (Houria Aichi)
6. Hace Tuto Guangua (Familion)
7. Mayi A Gaye (Boukman Eksperyans)
8. Ag Criost An Siol (Maria Doyle Kennedy/Kieran Kennedy/Liam O'Maonlai)
9. Sweet Bitowo (Wes)
10. Sleep, Queen Of The Dolls (Baluji Shrivastav)
11. Fais Do Do, Colin Mon Petit Frere (Sophie Meriem Rockwell)
12. Noomey (Yermi Kaplan/Haya Samir)
13. Itsuki No Komoriuta (Traditional Japanese Music Ensemble Of New York)
14. Schlafe Mein Prinzche, Schlaf Ein (Michelle)
15. Moe Moe (Hinewehi Mohi)
16. Oj Talasi (The Trebevic Choir)









setselecsnos

                                                                                                                                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

'

'

Este Blog é corretamente visualizado com o Navegador FIREFOX . Portanto, se voce deseja redescobrir este Blog e a Grande Maioria dos Grandes Sites da Web, use o Navegador FIREFOX. O único totalmente compatível com Sites da Web 2.0, A ELITE DA INTERNET. Já usa o Firefox? Parabens! Ainda não tem? CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA AGORA O DOWNLOAD TOTALMENTE GRATUITO e DESCUBRA UM "MUNDO NOVO" EM SEUS SITES PREFERIDOS!!!

Live Traffic

WARNIG:

This page is displayed correctly with Firefox. Screen Resolution 1024 by 768 pixels.
'











































'