.
.
.
.

quinta-feira, 26 de março de 2009

FONSECA LOBO / G.ORWELL / DANTE...

.






  • ATENÇÃO: Nesta página voce encontrará uma modesta porém interessante biblioteca, com mais de dois mil livros excelentes de autores, épocas, estilos e nacionalidades distintas. Para encontrar um livro tecle Ctrl + F aparecerá uma barra de pesquisa no canto inferior de sua tela, digite o nome do livro ou do autor.
Boas leituras.








 


   Em 1885 um jovem sonhador após assistir a sua família ser cruelmente
castigada por uma longa estiagem que abalou grande número de cidades cearenses, estando na eminência
de testemunhar seu próprio pai perder o restante dos minguados recursos que lhe sobraram, através da
natural degradação de suas propriedades, outrora produtivas fazendas, chega através desse caminho de
dor e sofrimento, a uma difícil mas necessária decisão: Enganaria o próprio pai, sim, o velho e amoroso pai,
por aquela época tão preocupado e já às portas do desespero com a terrível crise financeira que abatera sua
família, quase aniquilando todos seus bens.
   O velho pai, que por essa época sonhava com os planos do filho em matricular-se numa
escola militar do sul do país, salvando-o destarte de possíveis agruras pelas quais provavelmente haveriam
de passar, em futuro bem próximo, nem de longe imaginava quais os verdadeiros planos do filho, o
sonhador João. O jovem de fato havia conjecturado planos para a carreira militar, e até a desejava, mas,
tomando conhecimento duma atraente novidade, e ainda mais instigado por amigos que enchiam sua
cabeça proficua e sonhadora com uma série de ideias românticas e aventurescas, passou incontinente a
entabular às escondidas uma viagem bem diferente daquela tão acalentada pelo zeloso pai. E tramava
tudo com muita cautela, muito sigilo, solitariamente, como sempre o foi, e da maneira como sempre norteara a própria existência, solitariamente.
   Viajaria sim, já decidira, não para o Sul, para o Norte. Ora, no sul seria um fardo a menos
para seus pais, é certo, mas não vislumbraria por um bom tempo, nenhuma perspectiva financeira durante
os anos que passaria tão somente como aluno daquela instituição militar, teria alojamento, comida e
alguns minguados trocados como ajuda de custo e só. No Norte não, sabia que as oportunidades por essa época, davam lá seus frutos, e em profusão, naquela extensa região brasileira, através da borracha, com a
extração da seiva valiosa dos seringais, sim, o látex era uma espécie de ouro líquido escondido em meio a
infinita e exuberante floresta, não é um sonho? E para o romântico sonhador João essa imagem caiu-lhe
como uma luva, parecia-lhe o paraíso em meio ao caos. O Letes infernal que manaria leite e mel ao toque
de suas mãos. Trabalharia arduamente, ganharia rios de dinheiro e, aí sim, poderia retribuir a seus pais
tudo que eles mereciam, em troca do grande amor que sempre lhes deram, e ainda haveria de restituir-lhes
tudo que perderam em tão exíguo lapso de tempo, vitima que foram de terrível seca.
Este é verdadeiramente um sonho, deve estar pensando você, amigo leitor, mas, na cabeça
do jovem João já era realidade, só precisava tornar-se palpável!
   Sabendo de antemão que seus pais jamais concordariam com tal aventura, resolveu
enganar-lhes. Os velhos chorosos e já saudosos abençoaram-no, desejando a melhor das viagens, nem de
longe imaginando quão oposto era o destino do filho querido. Zarpou o nosso sonhador, e, após cansativos e intermináveis dias, finalmente conclui sua jornada, lá no meio da misteriosa floresta Amazônica, em baixo dum fabuloso temporal como jamais vira ou sonhara em sua distante terra natal, envolto pela mata alta de um verde profundo, intrigante, inquiridor, pela usual escuridão da floresta, pela bizarra orquestra sinfônica composta por milhares de seres da natureza, invisíveis aparentemente. Envolto pelos seus medos. Envolto por tudo que era novo, e tudo era novo...
   Agora, chegados a este ponto e, para abreviar o enfado do meu relato, caro leitor, tentarei
contar-lhe em brevíssimas linhas o que sucedeu com nosso jovem herói.
   Em lá chegando e, logo que se recuperou do grande impacto que sentiu inicialmente, passou a
trabalhar, árdua intensa e inteligentemente, não desperdiçando jamais um segundo sequer de seu precioso
tempo. Movido sempre por uma profunda fé nas coisas mais sublimes (filósofo que era). Incansavelmente
movido pelo motor de suas aspirações, intrepidamente levado pela certeza da recompensa pelas suas boas
obras. Exauriu-se em suor e lágrimas, em sofrimentos de saudades... Mas trabalhou e persistiu. E sonhou
mais ainda, e persistiu a lutar, e progrediu, finalmente chegando ao ápice que poderia ter chegado, e isso
foi muito além do mais alto cume com o qual sonhara a bem pouco tempo. E todos os anos, mesmo no
início, quando mal começara a progredir, retornava à casa paterna levando consigo o máximo de ajuda que
podia dispor, para depositá-la aos pés de seus pais.
   Até seu retorno definitivo, 15 anos se passaram, e foi uma volta triunfal amigo Leitor, nosso
sonhador desfaz-se dos bens que adquirira no Amazonas, considerável porção de terras (mais de cem seringais) e retorna milionário à sua
terra, trazendo em sua bagagem, como dizem alguns historiadores, vários baús cheios de ouro e Libras
Esterlinas, a moeda forte da época, além de dois índios e um cacique (seus de confiança).




JOÃO MIGUEL
O FILÓSOFO



   Agora chegou a parte bizarra do meu relato caro leitor. Naturalmente, o que contei até agora
foge um pouco à regra, digamos, do "Enredo" comum a esses casos, que geralmente são assim: Foge o
retirante de sua terra natal em busca do Sul do País onde padece das mais terríveis necessidades, voltando
muito mais empobrecido, quando não morre por lá mesmo.
   No caso do nosso herói João, fugiu o astuto retirante nordestino para o Norte, retornando anos
após com sacos estufados de ouro (literalmente).
   Mas vamos logo a parte mais interessante , pois sei que já estou a enfadá-lo. Serei
breve prometo, portanto, siga-me neste breve relato e descubra o que de tão importante tem um pobre matuto e retirante nordestino a oferecer à humanidade.
   João era filósofo, sempre fora, desde sua meninice, quando preteria às brincadeiras comuns da
meninada, em troca da leitura dos clássicos. Nunca foi retraído, taciturno, fleumático, encimesmado, como
imaginamos um filósofo de pouca idade, ao contrário sempre foi empreendedor, ativo, extremamente
trabalhador e responsável, aliás devo dizer que é bem comum aqui no sertão Nordestino as crianças
iniciarem seu ciclo produtivo em tenra idade, muito comum é ver criancinhas de seis ou sete anos na labuta
diária da roça a ajudar seus pais. Com João não foi diferente e, está consignado hoje por alguns dos
maiores Historiadores Brasileiros que o menino João com apenas doze anos de idade já era negociante de
fazendas aqui numa região serrana nordestina. Quando falo de historiadores brasileiros, refiro-me aos
internacionalmente reconhecidos Guilherme Studart ( o Barão de Studart ) seu contemporâneo, e Raimundo Girão, só para citar dois exemplos.
   Mas, gostava mesmo, o nosso jovem empreendedor era de ler, filosofar, enfim, desfrutar da faculdade do
pensar. Atividade que naturalmente foi relegada a segundo plano durante sua demorada estadia no
Amazonas, sendo reiniciada tão logo volta à sua terra. Imediatamente enclausura-se em uma de suas
fazendas, como um monge em seu monastério (aliás ele mesmo referenciou-se "um milionário feito frade") outro historiador o qualifica como "Um milionário filósofo, meditativo e solitário. E dessa
aparente solidão, deste sossego necessário ao filósofo, desta despreocupação com as coisas mundanas,
surge mais uma obra impressionante. Editada na Europa e imediatamente esgotada a primeira edição. O
que tem essa obra de bizarro e impressionante?



O EINSTEIN CEARENSE



   Esse o apelido pelo qual ficou conhecido o grande filósofo nascido nas terras cearenses em
1849. Mereceu-o não porque copiou alguma ideia, ou inspirou-se de alguma forma no grande cientista
alemão, mas por ter escrito um livro cujo prefácio data de 1907 e publicado uns dez anos antes do grande
Einstein publicar sua Teoria Geral da Relatividade, em que expunha a dita Teoria Geral da Relatividade.
Ora, até aí nada de mais, a ciência do século dezoito e dezenove, amiúde apresentava essa característica,
após discutida e apresentada filosoficamente uma propositura, é que surgia sua formulação equacional,
aliás devo lembrá-los que equacionar não é sinonimo de resolver e sim de transformar proposituras em
fórmulas matemáticas. Geralmente uma Equação nada mais era que uma premissa filosófica em busca de
demonstração empírica. Mas o fato é que, (e aqui dou apenas minha opinião pessoal) como se sabe,
Einstein antes de concluir o curso de Física, formou-se em filosofia, e seria muito natural que um aluno de
filosofia da grandeza de um Einstein, em plena Europa, maior centro intelectual do planeta, à época,
tomasse conhecimento da maioria das obras científico-filosóficas que lá fossem editadas não? O que nos
leva a concluir, sem muita dificuldade ou atavismo fantasioso, que um tal aluno de Filosofia fatalmente tenha
lido o Livro dum Filósofo brasileiro que afirmava, inclusive, que Luz é matéria, e portanto, ao penetrar a
atmosfera terrestre, entrando em atrito com a mesma, sofria alterações de temperatura. E ainda que essa
mesma Luz chega à Terra de maneira curva e angulosa. Naturalmente sofrendo os efeitos da força
gravitacional, o que foi comprovado em 1919, mesmo por uma equipe de pesquisas de Einstein durante um
eclipse na cidade de Sobral, bem próximo de onde nascera o mestre João Miguel. O Filósofo cearense
portanto, demonstrou e especulou essas dentre outras questões muito antes do jovem e brilhante Einstein
tentar equacioná-las. Portanto, parece não haver dúvidas e, se me apresenta com bastante obviedade que o
Gênio Einstein inspirou-se em grandes filósofos da época, inclusive no cearense João Miguel da Fonsêca
Lôbo, o maior de nossos filósofos,


UM PEQUENO LIVRO - UM ROMANCE



   João Miguel da Fonsêca Lôbo não foi a penas filósofo, foi romancista de mão cheia, só que
impregnava seus romances de conceitos filosóficos, o que o torna precursor do romance
de cunho filosófico aqui no Brasil, na verdade a obra de João Miguel é universalista, sim um universal disfarçado em regionalismo.
Este pequeno romance que agora, por ocasião da Páscoa que se aproxima, tenho a honra de
oferecer-lhes através da Internet em nosso humilde Site Newton's Post, versa sobre um assunto que,
apesar de ter-se desenrolado há mil anos, continua hoje tão moderno como nunca. Aliás após a publicação
do afamado Código Da Vinci e sua consequente versão cinematográfica, o assunto Jesus e Maria
Madalena nunca esteve tão requisitado, trazendo novamente à lume, consigo, o velho filósofo João Miguel
da Fonsêca Lobo, que, detentor que fora de conhecimentos esotéricos transmitidos cabalisticamente no
mais tradicional modelo Boca a Ouvido, escrevera com muita propriedade acerca do assunto, ainda no
início do século passado, quando a população sequer desconfiava o que seria ou mesmo que existia um
certo código Da Vinci, hoje tão profalado internacionalmente e às abertas.
   A história de um Jesus maravilhoso, posto que homem como nós! A história dum Amor
transcendental de um homem de orígerm divina, com uma divina mulher de orígem mundana. Perdoem-me
a tentativa de trocadilho filosófico, é que como bisneto em linha direta do grande romancista, não consigo
conter, vez por outra, os resquícios filosóficos que ainda hoje correm em desalento por minhas improfícuas
veias, e, bem às escondidas, de raro em raro, nos recônditos mais soturnos de meu ser, rompem vasos e dilaceram artérias percorrendo então, caminhos obscuros, desconhecidos e perigosos!

   Ofereço-vos portanto, caros amigos o Livro "Jesus Cristo e Maria Madalena, Lenda Judaica
Traços Românticos" de João Miguel da Fonseca Lobo, aqui numa versão assinada pelo Historiador Moysés Rodrigues Pereira que além da atualização ortográfica (adaptação) traz em seu início uma excelente (apesar de breve) biografia sobre o autor. O leitor, nessa breve biografia, entenderá melhor a conexão do filósofo cearense com Einstein além de outros detalhes interessantíssimos de sua excepcional vida, que além de tudo ainda nos serve de grande exemplo de vida!



Feliz Páscoa e que "DEUS CONTINUE A NOS ABENÇOAR A TODOS"
Independentemente de qualquer Religião!!



Newton Lôbo
Contato - newtonmarcolobo@googlemail.com


Este E-Book pode ser encontrado nos seguintes endereços



newtonmarcolobo.posterous.com
http://www.scribd.com
http://www.scribd.com/docinfo/13413179?


Para fazer o Download da forma usual aquí no Site, basta clicar no ícone azul abaixo da capa do Livro - Boa Leitura!

Um forte abraço.









Há quem diga que em comparação com o nosso dia a dia, o inferno de Dante está meio defasado, meio arcaico, um tanto quanto suave, digamos assim, se comparado com a modernagem. Eu pessoalmente acho que o ser humano, principalmente o nascido no Brasil, bebe diariamente da amarga água do Letes infernal, sem recurso nem para queixas, órfãos que somos do poder político. Mas já estamos mudando de assunto... Bem, vamos ler ou reler esta grandiosa Obra de Dante Alighieri. Como sempre se quiser dar uma olhadinha online no livro, por favor dirija-se à esta extensão deste querido Blog, clicando aquí ---> Newton's Post <--- Para fazer logo o download é só clicar no ícone azul! Boa Leitura!

  • ATENÇÃO LEITORES para um aviso que há tempos quero divulgar: Quando voce clica no ícone azul (download) para baixar arquivos no formato PDF, o computador pode dar uma espécie de travadinha e por alguns instantes não responder plenamente a todos os comandos de teclado ou mouse, isso é normal e logo que o arquivo PDF acaba de baixar tudo volta ao normal. Tudo acontece rapidinho, mesmo porque artigos (livros, partituras etc) por mais extensos que sejam ocupam pouquíssimo espaço, pesando muito menos ainda, uns poucos KB. Portanto, qualquer paradinha é mais do que normal, é a sua máquina formatando o Livro, nada de sustos! Um forte abraço.











Clique no ícone azul para fazer o download dessa excelente obra de G. Orwell, com a qual iniciamos as postagens de Romances Filosóficos. Orwell é sempre moderno, sempre reflexivo, sempre contundente. Mas, não confiem neste crítico de meia tigela que vos escreve. Confiram!
Se preferir ler ou dar uma olhadinha online antes de baixar, dirija-se ao Site
Newton's Post


















Interessante Obra de Elizeu Lamosa Prado. Coincidentemente segue a temática iniciada com Fonseca Lobo acima. Confiram!
Se quiser dar uma olhadinha preliminar, leia online no Site Newton's Post, senão baixe logo aquí mesmo, é só clicar no ícone azul





LISTA COM 1997 EXCELENTES LIVROS DO DOMÍNIO PÚBLICO




ATENÇÃO: 1-) Os quase dois mil livros a seguir estão em órdem aleatória, para encontrar um determinado Livro Aperte as teclas Ctrl + F que aparecerá no rodapé da página (parte inferior da tela do seu monitor) uma Barra de Pesquisas.

2-) Digite o nome do livro ou do autor.

3-) Clique no resultado e faça o download gratuito!

APENAS UMA PEQUENA ADVERTÊNCIA: A presente biblioteca virtual aquí disponibilizada está hospedada por iniciativa do Site dominiopublico.org, do Governo Federal e, parece -me que para não fugir à regra geral do Serviço Público, às vezes não funciona ( serviço fora do AR). Mas é só tentar alguns instantes após ou noutra hora, que dá tudo certinho. E, quando funciona, temos que reconhecer, funciona muito bem e bem rapidinho!


  1. A Divina Comédia - Dante Alighieri
  2. Poemas de Fernando Pessoa - Fernando Pessoa
  3. A Comédia dos Erros - William Shakespeare
  4. Romeu e Julieta - William Shakespeare
  5. Mensagem - Fernando Pessoa
  6. Dom Casmurro - Machado de Assis
  7. Sonho de Uma Noite de Verão - William Shakespeare
  8. O Eu profundo e os outros Eus. - Fernando Pessoa
  9. A Cartomante - Machado de Assis
  10. Poesias Inéditas - Fernando Pessoa
  11. Cancioneiro - Fernando Pessoa
  12. A Megera Domada - William Shakespeare
  13. Tudo Bem Quando Termina Bem - William Shakespeare
  14. A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca - William Shakespeare
  15. A Carteira - Machado de Assis
  16. Dom Casmurro - Machado de Assis
  17. Do Livro do Desassossego - Fernando Pessoa
  18. Macbeth - William Shakespeare
  19. O pastor amoroso - Fernando Pessoa
  20. A Igreja do Diabo - Machado de Assis
  21. A Tempestade - William Shakespeare
  22. Livro do Desassossego - Fernando Pessoa
  23. O Mercador de Veneza - William Shakespeare
  24. Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
  25. A Carta - Pero Vaz de Caminha
  26. Cancioneiro - Fernando Pessoa
  27. O Guardador de Rebanhos - Fernando Pessoa
  28. Trabalhos de Amor Perdidos - William Shakespeare
  29. Os Lusíadas - Luís Vaz de Camões
  30. A Carta de Pero Vaz de Caminha - Pero Vaz de Caminha
  31. Este mundo da injustiça globalizada - José Saramago
  32. A Carteira - Machado de Assis
  33. Conto de Inverno - William Shakespeare
  34. A Cartomante - Machado de Assis
  35. Muito Barulho Por Nada - William Shakespeare
  36. Poemas Traduzidos - Fernando Pessoa
  37. A Metamorfose - Franz Kafka
  38. A Mão e a Luva - Machado de Assis
  39. Americanas - Machado de Assis
  40. Otelo, O Mouro de Veneza - William Shakespeare
  41. Júlio César - William Shakespeare
  42. A Cidade e as Serras - José Maria Eça de Queirós
  43. Rei Lear - William Shakespeare
  44. Poemas Inconjuntos - Fernando Pessoa
  45. O Alienista - Machado de Assis
  46. Antônio e Cleópatra - William Shakespeare
  47. A Causa Secreta - Machado de Assis
  48. A Esfinge sem Segredo - Oscar Wilde
  49. Kamasutra - Mallanâga Vâtsyâyana
  50. Poemas de Álvaro de Campos - Fernando Pessoa
  51. O Banqueiro Anarquista - Fernando Pessoa
  52. Arte Poética - Aristóteles
  53. A Ela - Machado de Assis
  54. A Volta ao Mundo em 80 Dias - Júlio Verne
  55. Auto da Barca do Inferno - Gil Vicente
  56. A Moreninha - Joaquim Manuel de Macedo
  57. Iracema - José de Alencar
  58. Adão e Eva - Machado de Assis
  59. Dom Casmurro - Machado de Assis
  60. Poemas em Inglês - Fernando Pessoa
  61. Édipo-Rei - Sófocles
  62. Iliada - Homero
  63. A Igreja do Diabo - Machado de Assis
  64. Odisséia - Homero
  65. Senhora - José de Alencar
  66. Poemas de Álvaro de Campos - Fernando Pessoa
  67. Poemas de Álvaro de Campos - Fernando Pessoa
  68. Poemas Selecionados - Florbela Espanca
  69. Ricardo III - William Shakespeare
  70. Alma Inquieta - Olavo Bilac
  71. As Alegres Senhoras de Windsor - William Shakespeare
  72. Catálogo de Autores Brasileiros com a Obra em Domínio Público - Fundação Biblioteca Nacional
  73. A Chinela Turca - Machado de Assis
  74. Auto da Barca do Inferno - Gil Vicente
  75. Os Maias - José Maria Eça de Queirós
  76. A Pianista - Machado de Assis
  77. A Escrava Isaura - Bernardo Guimarães
  78. Poemas de Ricardo Reis - Fernando Pessoa
  79. Iracema - José de Alencar
  80. Os Sertões - Euclides da Cunha
  81. Quincas Borba - Machado de Assis
  82. A Dama das Camélias - Alexandre Dumas
  83. Fausto - Johann Wolfgang von Goethe
  84. A Alma Encantadora das Ruas - João do Rio
  85. O Guarani - José de Alencar
  86. Primeiro Fausto - Fernando Pessoa
  87. O Cortiço - Aluísio Azevedo
  88. Pai Contra Mãe - Machado de Assis
  89. Poemas de Ricardo Reis - Fernando Pessoa
  90. Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
  91. Sonetos - Luís Vaz de Camões
  92. Hamlet - William Shakespeare
  93. Contos Fluminenses - Machado de Assis
  94. Eu e Outras Poesias - Augusto dos Anjos
  95. A Vida Eterna - Machado de Assis
  96. O Primo Basílio - José Maria Eça de Queirós
  97. Canção do Exílio - Antônio Gonçalves Dias
  98. O Espelho - Machado de Assis
  99. Eu - Augusto dos Anjos
  100. A Herança - Machado de Assis
  101. A chave - Machado de Assis
  102. A Mulher de Preto - Machado de Assis
  103. Utopia - Thomas Morus
  104. Don Quixote. Vol. 1 - Miguel de Cervantes Saavedra
  105. Os Lusíadas - Luís Vaz de Camões
  106. Medida Por Medida - William Shakespeare
  107. A Segunda Vida - Machado de Assis
  108. Os Dois Cavalheiros de Verona - William Shakespeare
  109. A Mão e a Luva - Machado de Assis
  110. Adão e Eva - Machado de Assis
  111. A Mão e a Luva - Machado de Assis
  112. As Vítimas-Algozes - Joaquim Manuel de Macedo
  113. A Mensageira das Violetas - Florbela Espanca
  114. Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel Antônio de Almeida
  115. O Primo Basílio - José Maria Eça de Queirós
  116. Astúcias de Marido - Machado de Assis
  117. Carta de Pero Vaz de Caminha. - Pero Vaz de Caminha
  118. Divina Comedia - Dante Alighieri
  119. O Crime do Padre Amaro - José Maria Eça de Queirós
  120. Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
  121. El Arte de la Guerra - Sun Tzu
  122. Helena - Machado de Assis
  123. Antes que Cases - Machado de Assis
  124. O Navio Negreiro - Antônio Frederico de Castro Alves
  125. Missa do Galo - Machado de Assis
  126. Esaú e Jacó - Machado de Assis
  127. Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
  128. O Alienista - Machado de Assis
  129. Coriolano - William Shakespeare
  130. A Causa Secreta - Machado de Assis
  131. Don Quixote - Miguel de Cervantes
  132. O Alienista - Machado de Assis
  133. A Desejada das Gentes - Machado de Assis
  134. Os Maias - José Maria Eça de Queirós
  135. Cartas D’Amor - José Maria Eça de Queirós
  136. A melhor das noivas - Machado de Assis
  137. A Desobediência Civil - Henry David Thoreau
  138. Tito Andrônico - William Shakespeare
  139. O triste fim de Policarpo Quaresma - Afonso Henriques de Lima Barreto
  140. Camões - Joaquim Nabuco
  141. Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
  142. Noite na Taverna - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  143. O Crime do Padre Amaro - José Maria Eça de Queirós
  144. O Abolicionismo - Joaquim Nabuco
  145. Os Sertões - Euclides da Cunha
  146. Don Quijote - Miguel de Cervantes
  147. Aurora sem Dia - Machado de Assis
  148. Contos - José Maria Eça de Queirós
  149. A Mulher de Preto - Machado de Assis
  150. O Cortiço - Aluísio Azevedo
  151. Senhora - José de Alencar
  152. Schopenhauer - Thomas Mann
  153. Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco. - Fernando Pessoa
  154. Conto de Escola - Machado de Assis
  155. Amor com Amor se Paga - Joaquim José da França Júnior
  156. A Volta ao Mundo em Oitenta Dias - Júlio Verne
  157. Livro de Mágoas - Florbela Espanca
  158. A viúva Sobral - Machado de Assis
  159. Almas Agradecidas - Machado de Assis
  160. Cinco Minutos - José de Alencar
  161. As Primaveras - Casimiro de Abreu
  162. Outras Poesias - Augusto dos Anjos
  163. Anedota Pecuniária - Machado de Assis
  164. A Viuvinha - José de Alencar
  165. Anedota do Cabriolet - Machado de Assis
  166. A Sereníssima República - Machado de Assis
  167. Lucíola - José de Alencar
  168. A esfinge sem segredo - Oscar Wilde
  169. Papéis Avulsos - Machado de Assis
  170. Balas de Estalo - Machado de Assis
  171. Helena - Machado de Assis
  172. A última receita - Machado de Assis
  173. Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional - Fundação Biblioteca Nacional
  174. A Semana - Machado de Assis
  175. Antes da Missa - Machado de Assis
  176. A Princesa de Babilônia - Voltaire
  177. A Relíquia - José Maria Eça de Queirós
  178. Viagens de Gulliver - Jonathan Swift
  179. Sonetos e Outros Poemas - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  180. Memorial de Aires - Machado de Assis
  181. Don Quixote. Vol. 2 - Miguel de Cervantes Saavedra
  182. A mulher Pálida - Machado de Assis
  183. A Dama das Camélias - Alexandre Dumas
  184. O Cortiço - Aluísio Azevedo
  185. CHARNECA EM FLOR - Florbela Espanca
  186. Cartas D’Amor - O Efêmero Feminino - José Maria Eça de Queirós
  187. Obras Seletas - Rui Barbosa
  188. A Inglezinha Barcelos - Machado de Assis
  189. A Senhora do Galvão - Machado de Assis
  190. A Alma do Lázaro - José de Alencar
  191. A “Não-me-toques”! - Artur Azevedo
  192. A Carne - Júlio Ribeiro
  193. O Livro da Lei - Aleister Crowley
  194. Conjugo Vobis - Artur Azevedo
  195. Eterna Mágoa - Augusto dos Anjos
  196. A Parasita Azul - Machado de Assis
  197. Cândido - Voltaire
  198. A Desejada das Gentes - Machado de Assis
  199. A Carta - Pero Vaz de Caminha
  200. Carolina - Casimiro de Abreu
  201. 14 de Julho na Roça - Raul Pompéia
  202. Quincas Borba - Machado de Assis
  203. As Academias de Sião - Machado de Assis
  204. Capítulos de História Colonial (1500-1800) - João Capistrano de Abreu
  205. O Enfermeiro - Machado de Assis
  206. LIVRO DE SÓROR SAUDADE - Florbela Espanca
  207. História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira - Sílvio Romero
  208. Antologia - Antero de Quental
  209. Farsa de Inês Pereira - Gil Vicente
  210. Iluminuras - Arthur Rimbaud
  211. Espumas Flutuantes - Antônio Frederico de Castro Alves
  212. A Semana - Machado de Assis
  213. A Moreninha - Joaquim Manuel de Macedo
  214. Diário Íntimo - Afonso Henriques de Lima Barreto
  215. A Alma Encantadora das Ruas - João do Rio
  216. As Bodas de Luís Duarte - Machado de Assis
  217. Sermão da Sexagésima - Pe. Antônio Vieira
  218. Como e por que sou Romancista - José de Alencar
  219. A Carne - Júlio Ribeiro
  220. 7 Canções - Salomão Rovedo
  221. A Ilustre Casa de Ramires - José Maria Eça de Queirós
  222. A mágoa do Infeliz Cosme - Machado de Assis
  223. Uns Braços - Machado de Assis
  224. A Brasileira de Prazins - Camilo Castelo Branco
  225. Teoria do Medalhão - Machado de Assis
  226. Capítulo dos Chapéus - Machado de Assis
  227. Noite de Almirante - Machado de Assis
  228. Cinco Mulheres - Machado de Assis
  229. O triste fim de Policarpo Quaresma - Afonso Henriques de Lima Barreto
  230. A Orgia dos Duendes - Bernardo Guimarães
  231. Felicidade pelo Casamento - Machado de Assis
  232. Cantiga de Esponsais - Machado de Assis
  233. Redondilhas - Luís Vaz de Camões
  234. Caso da Vara - Machado de Assis
  235. A idéia do Ezequiel Maia - Machado de Assis
  236. A Ama-Seca - Artur Azevedo
  237. Conto de Escola - Machado de Assis
  238. AMOR COM AMOR SE PAGA - França Júnior
  239. O Dicionário - Machado de Assis
  240. Esaú e Jacó - Machado de Assis
  241. O que é o Casamento? - José de Alencar
  242. Confissões de uma Viúva - Machado de Assis
  243. Brincar com fogo - Machado de Assis
  244. Ayres e Vergueiro - Machado de Assis
  245. Minha formação - Joaquim Nabuco
  246. O Ateneu - Raul Pompéia
  247. Confissões de uma Viúva Moça - Machado de Assis
  248. Contos de Lima Barreto - Afonso Henriques de Lima Barreto
  249. As Forças Caudinas - Machado de Assis
  250. Helena - Machado de Assis
  251. Quincas Borba - Machado de Assis
  252. Bom Crioulo - Adolfo Ferreira Caminha
  253. O Primo Basílio - José Maria Eça de Queirós
  254. O Navio Negreiro - Antônio Frederico de Castro Alves
  255. Ulysses - James Joyce
  256. O Ateneu - Raul Pompéia
  257. Cinco minutos - José de Alencar
  258. Várias Histórias - Machado de Assis
  259. O Mulato - Aluísio Azevedo
  260. Lira dos Vinte Anos - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  261. Contos Gauchescos - João Simões Lopes Neto
  262. Bons Dias - Machado de Assis
  263. BRÁS, BEXIGA E BARRA FUNDA - Alcântara Machado
  264. Histórias da Meia-Noite - Machado de Assis
  265. O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  266. A Escrava Isaura - Bernardo Guimarães
  267. História da Literatura Brasileira - José Veríssimo Dias de Matos
  268. Camões - Joaquim Nabuco
  269. Uma Estação no Inferno - Arthur Rimbaud
  270. O LIVRO D’ELE - Florbela Espanca
  271. Antes da Rocha Tapéia - Machado de Assis
  272. Poemas - Safo
  273. Casa Velha - Machado de Assis
  274. Poética - Aristóteles
  275. A Dança dos Ossos - Bernardo Guimarães
  276. O Sertanejo - José de Alencar
  277. Aos Vinte Anos - Aluísio Azevedo
  278. Seleção de Obras Poéticas - Gregório de Matos
  279. O Elixir da Longa Vida - Honoré de Balzac
  280. Antigonas - Sofócles
  281. Coisas que Só Eu Sei - Camilo Castelo Branco
  282. Fulano - Machado de Assis
  283. O Velho da Horta - Gil Vicente
  284. O Mulato - Aluísio Azevedo
  285. Cartas Chilenas - Tomáz Antônio Gonzaga
  286. Via-Láctea - Olavo Bilac
  287. A Casadinha de Fresco - Artur Azevedo
  288. A Melhor Amiga - Artur Azevedo
  289. A Luneta Mágica - Joaquim Manuel de Macedo
  290. A Condessa Vésper - Aluísio Azevedo
  291. Casa de Pensão - Aluísio Azevedo
  292. Cícero - Plutarco
  293. Lucíola - José de Alencar
  294. A Confissão de Lúcio - Mário de Sá-Carneiro
  295. Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel Antônio de Almeida
  296. Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  297. Noite na Taverna - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  298. As Asas de um Anjo (Comédia) - José de Alencar
  299. A Bela Madame Vargas - João do Rio
  300. As Religiões no Rio - João do Rio
  301. Conto Alexandrino - Machado de Assis
  302. A Conselho do Marido - Artur Azevedo
  303. Farsa do Velho da Horta - Gil Vicente
  304. Elogio da vaidade - Machado de Assis
  305. Auto da Alma - Gil Vicente
  306. RELIQUIAE - Florbela Espanca
  307. Vozes d’África - Antônio Frederico de Castro Alves
  308. Um Apólogo - Machado de Assis
  309. Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel Antônio de Almeida
  310. Os Escravos - Antônio Frederico de Castro Alves
  311. Inocência - Visconde de Taunay
  312. Camões: discurso pronunciado a 10 de junho de 1880 por parte [sic] do Gabinete Português de Leitura - Joaquim Nabuco
  313. Poemas Malditos - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  314. 345 - Artur Azevedo
  315. A Viuvinha - José de Alencar
  316. Poemas Humorísticos e Irônicos - João da Cruz e Sousa
  317. O Uraguai - José Basílio da Gama
  318. O Demônio Familiar - José de Alencar
  319. Espumas Flutuantes - Antônio Frederico de Castro Alves
  320. Caramuru: poema épico do descobrimento da Bahia - José de Santa Rita Durão
  321. A Harpa do Crente - Alexandre Herculano
  322. Canções e Elegias - Luís Vaz de Camões
  323. Memorial de Aires - Machado de Assis
  324. Contos para Velhos - Olavo Bilac
  325. AS VIAGENS - Olavo Bilac
  326. Coração, Cabeça e Estômago - Camilo Castelo Branco
  327. Filosofia de um par de botas - Machado de Assis
  328. Um Apólogo - Machado de Assis
  329. Um Homem Célebre - Machado de Assis
  330. Diva - José de Alencar
  331. Caramuru - José de Santa Rita Durão
  332. A Conquista - Coelho Neto
  333. Tu, só tu, puro amor - Machado de Assis
  334. Madame Bovary - Gustave Flaubert
  335. CONTOS AVULSOS - Alcântara Machado
  336. Iaiá Garcia - Machado de Assis
  337. Madame Bovary - Gustave Flaubert
  338. A Pata da Gazela - José de Alencar
  339. 13 Oktobro 1582 - Luiz Portella
  340. O Livro de Cesário Verde - José Joaquim Cesário Verde
  341. Germinal - Émile Zola
  342. O Juiz de Paz da Roça - Luís Carlos Martins Pena
  343. A Dívida - Artur Azevedo
  344. Contos Fluminenses - Machado de Assis
  345. Ubirajara - José de Alencar
  346. A Alegria da Revolução - Ken Knab
  347. Béatrix - Honoré de Balzac
  348. Ao Entardecer (contos vários) - Visconde de Taunay
  349. O Mulato - Aluísio Azevedo
  350. A Poesia Interminável - João da Cruz e Sousa
  351. Balas de Estalo - Machado de Assis
  352. O Enfermeiro - Machado de Assis
  353. Minha formação - Joaquim Nabuco
  354. Ser Infeliz - Franz Kafka
  355. Camoens: the lyric poet: address at Vasar College on April, 1909 - Joaquim Nabuco
  356. Quinhentos Contos - Machado de Assis
  357. Sermão do Bom Ladrão (1655) - Pe. Antônio Vieira
  358. Poesias dispersas - Machado de Assis
  359. A Capital Federal - Artur Azevedo
  360. Dentro da noite - João do Rio
  361. Crisálidas - Machado de Assis
  362. Encher tempo - Machado de Assis
  363. Na Academia Brasileira de Letras - Machado de Assis
  364. A Campanha Abolicionista - José Carlos do Patrocínio
  365. Mariana - Machado de Assis
  366. Juca-Pirama - Antônio Gonçalves Dias
  367. A Casa Fechada - Roberto Gomes Ribeiro
  368. Eurico, o Presbítero - Alexandre Herculano
  369. Noite na Taverna - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  370. PROFISSÃO DE FÉ - Olavo Bilac
  371. Clara dos Anjos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  372. Minha formação - Joaquim Nabuco
  373. A Confissão de Lúcio - Mário de Sá-Carneiro
  374. Sonetos - Luís Vaz de Camões
  375. Desencantos - Machado de Assis
  376. O Moço Loiro - Joaquim Manuel de Macedo
  377. Correspondência de Machado de Assis - Machado de Assis
  378. A Cruz Mutilada - Alexandre Herculano
  379. O Gaúcho - José de Alencar
  380. Decadência de dois grandes homens - Machado de Assis
  381. O Seminarista - Bernardo Guimarães
  382. Discurso Sobre a História da Literatura do Brasil-Manifesto Publicado na Revista Nictheroy em 1836 - Machado de Assis
  383. O seminarista - Bernardo Guimarães
  384. Jogo do Bicho - Machado de Assis
  385. Metafísica das Rosas - Machado de Assis
  386. Lendas do Sul - João Simões Lopes Neto
  387. Viver! - Machado de Assis
  388. Casada e viúva - Machado de Assis
  389. O Ingênuo - Voltaire
  390. Marília de Dirceu - Tomáz Antônio Gonzaga
  391. A Arrábida - Alexandre Herculano
  392. Casa, não casa - Machado de Assis
  393. O Segredo do Bonzo - Machado de Assis
  394. Os Sertões - Euclides da Cunha
  395. Cartas Chilenas - Tomáz Antônio Gonzaga
  396. O Homem que Sabia Javanês - Afonso Henriques de Lima Barreto
  397. Uma Senhora - Machado de Assis
  398. Um Homem Célebre - Machado de Assis
  399. Fernando e Fernanda - Machado de Assis
  400. Críticas Teatrais - Machado de Assis
  401. Esaú e Jacó - Machado de Assis
  402. Don Quixote - Miguel de Cervantes Saavedra
  403. Evolução - Machado de Assis
  404. Uns Braços - Machado de Assis
  405. O Relógio de Ouro - Machado de Assis
  406. História de uma lágrima - Machado de Assis
  407. Ex Cathedra - Machado de Assis
  408. Eterno! - Machado de Assis
  409. O anjo Rafael - Machado de Assis
  410. O Mundo como Está - Voltaire
  411. Hoje Avental, amanhã Luva - Machado de Assis
  412. Papéis Avulsos - Machado de Assis
  413. Dracula - Bram Stoker
  414. Poemas de Fagundes Varela - Luís Nicolau Fagundes Varela
  415. Marília de Dirceu - Tomáz Antônio Gonzaga
  416. O DIALETO CAIPIRA - Amadeu Amaral
  417. Cultura e Opulência do Brasil por suas Drogas e Minas - Pe. André João Antonil
  418. Longe dos Olhos - Machado de Assis
  419. Ressureição - Machado de Assis
  420. As Pupilas do Senhor Reitor - Júlio Dinis
  421. Duas Juízas - Machado de Assis
  422. O Noviço - Luís Carlos Martins Pena
  423. D. Paula - Machado de Assis
  424. Umas Férias - Machado de Assis
  425. D. Benedita - Machado de Assis
  426. La Celestina - Fernando de Rojas
  427. 20,000 Leagues Under the Sea - Jules Verne
  428. Curta história - Machado de Assis
  429. Um cão de lata ao rabo - Machado de Assis
  430. Dracula - Bram Stocker
  431. Marcha Fúnebre - Machado de Assis
  432. Último Capítulo - Machado de Assis
  433. Cantigas de Santa Maria - I - Alfonso X, el Sabio
  434. Mãe - José de Alencar
  435. O corpo feminino em debate - Maria Izilda Santos de Matos
  436. Vênus! divina vênus! - Machado de Assis
  437. Sermão de Santo Antônio - Pe. Antônio Vieira
  438. Memorial de Aires - Machado de Assis
  439. The Mysterious Affair at Styles - Agatha Christie
  440. Histórias sem Data - Machado de Assis
  441. Textos críticos - Machado de Assis
  442. Viver - Machado de Assis
  443. Lira dos Vinte Anos - Alvarez Azevedo
  444. Como se inventaram os almanaques - Machado de Assis
  445. Os Dois Amores - Joaquim Manuel de Macedo
  446. Pareceres de Machado de Assis - Machado de Assis
  447. A Dog’s Tale - Mark Twain
  448. Auto da Índia - Gil Vicente
  449. El Conde de Montecristo - Alexandre Dumas
  450. Encarnação - José de Alencar
  451. Algunos Poemas a Lesbia - Caio Valério Catulo
  452. O Mandarim - José Maria Eça de Queirós
  453. A Normalista - Adolfo Ferreira Caminha
  454. Poesias Colegiais - Antônio Frederico de Castro Alves
  455. O Anel de Polícrates - Machado de Assis
  456. La Ilíada - Homero
  457. Lição de Botânica - Machado de Assis
  458. À Margem da História - Euclides da Cunha
  459. Diana - Machado de Assis
  460. O Segredo de Augusta - Machado de Assis
  461. Frankenstein - Mary Shelley
  462. Casa velha - Machado de Assis
  463. Quem conta em conto… - Machado de Assis
  464. The Secret Adversary - Agatha Christie
  465. Andar a Pé - David Henry Thoreau
  466. Divina Commedia di Dante - Dante Alighieri
  467. Entre 1892 e 1894 - Machado de Assis
  468. To be or not to be - Machado de Assis
  469. Os Timbiras - Antônio Gonçalves Dias
  470. Os Bruzundangas - Afonso Henriques de Lima Barreto
  471. Idéias do Canário - Machado de Assis
  472. O Rei dos Caiporas - Machado de Assis
  473. Decameron - Giovanni Boccaccio
  474. Crônicas - Afonso Henriques de Lima Barreto
  475. Entre Santos - Machado de Assis
  476. Quem Boa Cama Faz… - Machado de Assis
  477. Cantiga velha - Machado de Assis
  478. O Mistério da Estrada de Sintra - José Maria Eça de Queirós
  479. Máximas, Pensamentos e Reflexões - Marquês de Maricá
  480. Suspiros Poéticos e Saudades - Domingos Gonçalves de Magalhães
  481. As Pupilas do Senhor Reitor - Júlio Dinis
  482. Poema da Virgem - Pe. José de Anchieta
  483. Verba Testamentária - Machado de Assis
  484. Poemas - Alphonsus de Guimarães
  485. A Melhor Vingança - Artur Azevedo
  486. A Casinha de Fresco - Artur Azevedo
  487. O Judas em Sábado de Aleluia - Luís Carlos Martins Pena
  488. Wuthering Heights - Emily Brontë
  489. A Almanjarra - Artur Azevedo
  490. Frei Simão - Machado de Assis
  491. Carmina - Caio Valério Catulo
  492. A Marquesa de Santos - Paulo Setúbal
  493. Uma Lágrima de Mulher - Aluísio Azevedo
  494. Zadig ou o Destino - Voltaire
  495. Os Sonhos d’Ouro - José de Alencar
  496. Bodas de Sangre - Federico Garcia Lorca
  497. A Luneta Mágica - Joaquim Manuel de Macedo
  498. Auto da Alma - Gil Vicente
  499. Gargantua and Pantagruel, Complete - François Rabelais
  500. Linha Reta e Linha Curva - Machado de Assis
  501. Trio em Lá Menor - Machado de Assis
  502. A relíquia - José Maria Eça de Queirós
  503. De Profundis - Oscar Wilde
  504. Anna Karenina - León Nikolaïévitch Tolstoy
  505. Flor anônima - Machado de Assis
  506. Uma carta - Machado de Assis
  507. Singular Ocorrência - Machado de Assis
  508. O imortal - Machado de Assis
  509. Alma Cabocla - Paulo Setúbal
  510. Dispersão - Mário de Sá-Carneiro
  511. A Viuvinha - José de Alencar
  512. Aforismi, novelle e profezie - Leonardo da Vinci
  513. Memórias da Rua do Ouvidor - Joaquim Manuel de Macedo
  514. Miss Dollar - Machado de Assis
  515. Maria Cora - Machado de Assis
  516. Gato Negro - Edgar Allan Poe
  517. História do Futuro, Vol. I - Pe. Antônio Vieira
  518. Três tesouros perdidos - Machado de Assis
  519. Lágrimas de Xerxes - Machado de Assis
  520. The place of Camoens in the literature: address delivered before the students of the Yale University, on the 14th May, 1908 - Joaquim Nabuco
  521. Os deuses de casaca - Machado de Assis
  522. O BRASIL ANEDÓTICO - Humberto de Campos
  523. A Falência - Júlia Lopes de Almeida
  524. Ubirajara - José de Alencar
  525. Relíquias da Casa Velha - Machado de Assis
  526. D. Mônica - Machado de Assis
  527. Um esqueleto - Machado de Assis
  528. Lendas e Narrativas (Tomo I) - Alexandre Herculano
  529. Historias de Fantasmas - Charles Dickens
  530. O Bobo - Alexandre Herculano
  531. Tropas e boiadas - Hugo de Carvalho Ramos
  532. O Caçador de Esmeraldas - Olavo Bilac
  533. O Oráculo - Machado de Assis
  534. O Empréstimo - Machado de Assis
  535. Manuscrito de um Sacristão - Machado de Assis
  536. O Navio Negreiro - Antônio Frederico de Castro Alves
  537. A Pata da Gazela - José de Alencar
  538. Sun Tzu on the Art of War - Sun Tzu
  539. Los Miserables - Victor Hugo
  540. OS RETIRANTES - José do Patrocínio
  541. A Christmas Carol - Charles Dickens
  542. Aventuras de Robinson Crusoe - Daniel Defoe
  543. Ao Correr da Pena - José de Alencar
  544. Identidade - Machado de Assis
  545. ASTÚCIAS de NAMORADA - M. Pinheiro Chagas
  546. O Pai - Machado de Assis
  547. A Retirada da Laguna - Visconde de Taunay
  548. Conversão de um avaro - Machado de Assis
  549. Diva - José de Alencar
  550. O Livro de uma Sogra - Aluísio Azevedo
  551. As Cartas de Amabed - Voltaire
  552. Ernesto de Tal - Machado de Assis
  553. Crimen y Castigo - Fedor Dostoievski
  554. Suje-Se, Gordo! - Machado de Assis
  555. O Juiz de Paz da Roça - Luís Carlos Martins Pena
  556. Karl Marx - José Martí
  557. Histórias e Tradições da Província de Minas Gerais - Bernardo Guimarães
  558. Em busca dos contos perdidos - Mariza B. T. Mendes
  559. A Pata da Gazela - José de Alencar
  560. Vida Urbana - Afonso Henriques de Lima Barreto
  561. Clara dos Anjos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  562. O que é o Casamento? - José de Alencar
  563. O caminho da porta - Machado de Assis
  564. Las 7 Partidas - Alfonso X, el Sabio
  565. O Caçador de Esmeraldas - Olavo Bilac
  566. Papéis Velhos - Machado de Assis
  567. Oliver Twist - Charles Dickens
  568. Onze anos depois - Machado de Assis
  569. A Midsummer Night’s Dream - William Shakespeare
  570. Hamlet, Prince of Denmark - William Shakespeare
  571. Contrastes e Confrontos - Euclides da Cunha
  572. Iaiá Garcia - Machado de Assis
  573. Auto da Festa de São Lourenço - Pe. José de Anchieta
  574. Otelo - William Shakespeare
  575. Luzia-Homem - Domingos Olímpio Braga Cavalcanti
  576. Cartas de Inglaterra - José Maria Eça de Queirós
  577. O que são as moças - Machado de Assis
  578. A Polêmica - Artur Azevedo
  579. Farsa ou Auto de Inês Pereira - Gil Vicente
  580. Sermão do Mandato (1643) - Pe. Antônio Vieira
  581. Werther - Johann Wolfgang von Goethe
  582. Crisálidas - Machado de Assis
  583. Eneida - Publius Virgilius Maro
  584. Momento literário - João do Rio
  585. Falenas - Machado de Assis
  586. Carolina - Casimiro de Abreu
  587. Demônios - Aluísio Azevedo
  588. As Casadas Solteiras - Luís Carlos Martins Pena
  589. El Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde
  590. Via-Láctea - Olavo Bilac
  591. Tao te King - Lao Tse
  592. Singularidades de uma Rapariga Loura - José Maria Eça de Queirós
  593. Amedeide : poema eroico - Gabriello Chiabrera
  594. Caráter - Ralph Waldo Emerson
  595. Seleção de Obras Poéticas - Gregório de Matos
  596. Madame Bovary - Gustave Flaubert
  597. Divina Commedia di Dante: Inferno - Dante Alighieri
  598. História comum - Machado de Assis
  599. Cinco minutos - José de Alencar
  600. As Mulheres de Mantilha - Joaquim Manuel de Macedo
  601. Juca-Pirama - Antônio Gonçalves Dias
  602. O contrato - Machado de Assis
  603. Vidros quebrados - Machado de Assis
  604. O Ateneu - Raul Pompéia
  605. Possível e Impossível - Machado de Assis
  606. Histórias e Sonhos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  607. Coisas que Só Eu Sei - Camilo Castelo Branco
  608. Capítulos de História Colonial - João Capistrano de Abreu
  609. Não Consultes Médico - Machado de Assis
  610. Viagem à roda de mim mesmo - Machado de Assis
  611. Les Miserables - Victor Hugo
  612. A Margem - José Leon Machado
  613. O Mambembe - Artur Azevedo
  614. O Homem dos Quarenta Escudos - Voltaire
  615. Auto da Índia - Gil Vicente
  616. O País das Quimeras - Machado de Assis
  617. Quem Casa, Quer Casa - Luís Carlos Martins Pena
  618. Las Profecías de Nostradamus - Michel Nostradamus
  619. O Cônego ou Metafísica do Estilo - Machado de Assis
  620. Uma águia sem asas - Machado de Assis
  621. O Cemitério dos Vivos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  622. Viagens na Minha Terra - João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  623. O Homem - Aluísio Azevedo
  624. O anjo das donzelas - Machado de Assis
  625. Polêmicas e reflexões - Machado de Assis
  626. A Carta de Mestre João Faras - Mestre João Faras
  627. Casa de Pensão - Aluísio Azevedo
  628. O MONSTRO E OUTROS CONTOS - Humberto de Campos
  629. Crisálidas - Machado de Assis
  630. Poemas - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  631. Contos - José Maria Eça de Queirós
  632. Les Fleurs du Mal - Charles Baudelaire
  633. Amante Liberal - Miguel de Cervantes
  634. Na Arca - Machado de Assis
  635. Entre duas datas - Machado de Assis
  636. O Protocolo - Machado de Assis
  637. O Lapso - Machado de Assis
  638. Dívida Extinta - Machado de Assis
  639. Tarde - Olavo Bilac
  640. A Carne - Júlio Ribeiro
  641. Edipo Rey - Sófocles
  642. Les Miserables - Victor Hugo
  643. A Moça mais Bonita do Rio de Janeiro - Artur Azevedo
  644. Páginas Recolhidas - Machado de Assis
  645. As Farpas (Fevereiro a Maio 1878) - José Maria Eça de Queirós
  646. A Morte do Lidador - Alexandre Herculano
  647. O Último dia de um poeta - Machado de Assis
  648. Arras por Foro de Espanha (1371-1372) - Alexandre Herculano
  649. Francisca - Machado de Assis
  650. Sermão de Santo Antônio - Pe. Antônio Vieira
  651. Goivos e Camélias - Machado de Assis
  652. A Aprender en las Haciendas - José Martí
  653. Primas de Sapucaia - Machado de Assis
  654. Frankenstein - Mary Shelley
  655. A Doença do Fabrício - Artur Azevedo
  656. A Normalista - Adolfo Ferreira Caminha
  657. Clepsidra - Camilo Pessanha
  658. The Necronomicon - Aleister Crowley
  659. The Prince - Nicolau Maquiavel (Niccolò Machiavelli)
  660. O Cemitério dos Vivos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  661. As Farpas (Janeiro 1878) - José Maria Eça de Queirós
  662. O caso da Viúva - Machado de Assis
  663. Uma Visita de Alcebíades - Machado de Assis
  664. Relíquias da Casa Velha - Machado de Assis
  665. Pride and Prejudice - Jane Austen
  666. Galeria Póstuma - Machado de Assis
  667. Macário - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  668. Romance de uma Velha - Joaquim Manuel de Macedo
  669. Emma - Jane Austen
  670. A Mortalha de Alzira - Aluísio Azevedo
  671. Qual dos dois - Machado de Assis
  672. The Prose Works of Jonathan Swift, D. D., Volume IX- Contributions to The Tatler, The Examiner, The Spectator, and The Intelligencer - Jonathan Swift
  673. Utopia - Thomas More
  674. O Velho Senado - Machado de Assis
  675. Segundos Cantos e Sextilhas de Frei Antão - Antônio Gonçalves Dias
  676. Convivio - Dante Alighieri
  677. Ondas e Outros Poemas Esparsos - Euclides da Cunha
  678. Casa de pensão - Aluísio Azevedo
  679. Sarças de Fogo - Olavo Bilac
  680. Muitos anos depois - Machado de Assis
  681. O astrólogo - Machado de Assis
  682. Uma noite - Machado de Assis
  683. Auto da Feira - Gil Vicente
  684. La Vida es Sueño - Pedro Calderón de la Barca
  685. Diálogos das Grandezas do Brasil - Izaak Walton
  686. Lendas do Sul - João Simões Lopes Neto
  687. O Bispo Negro - Alexandre Herculano
  688. Carta de um Defunto Rico - Afonso Henriques de Lima Barreto
  689. Algunas Poesías - Johann Wolfgang von Goethe
  690. D. Jucunda - Machado de Assis
  691. A Tempestade - Alexandre Herculano
  692. A Nova Califórnia - Afonso Henriques de Lima Barreto
  693. Uma Lágrima de Mulher - Aluísio Azevedo
  694. O Missionário - Inglês de Souza
  695. Crônicas de Londres - José Maria Eça de Queirós
  696. A Orgia dos Duendes - Bernardo Guimarães
  697. História da Província de Santa Cruz, A que Vulgarmente Chamamos Brasil - Pero de Magalhães Gândavo
  698. Singularidades de uma Rapariga Loura - José Maria Eça de Queirós
  699. Mitología Universal - Anônimo
  700. Cantigas de Santa María - Alfonso X, el Sabio
  701. Canções e Elegias - Luís Vaz de Camões
  702. Abel e Helena - Artur Azevedo
  703. Ponto de Vista - Machado de Assis
  704. Persuasion - Jane Austen
  705. O caminho de Damasco - Machado de Assis
  706. A Conquista - Coelho Neto
  707. À Margem da História - Euclides da Cunha
  708. A Capital Federal - Artur Azevedo
  709. Questão de vaidade - Machado de Assis
  710. O Anjo Caído - João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  711. HOJE SOU UM- E AMANHÃ OUTRO - Qorpo Santo
  712. Seleção de Obras Poéticas II - Gregório de Matos
  713. Prosas Bárbaras - José Maria Eça de Queirós
  714. A Filosofia do Mendes - Artur Azevedo
  715. O Matuto - Franklin Távora
  716. O Japão - Aluísio Azevedo
  717. La Gitanilla - Miguel de Cervantes
  718. Luxo e Vaidade - Joaquim Manuel de Macedo
  719. Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos - Alvarez Azevedo
  720. Clara dos Anjos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  721. O Diplomático - Machado de Assis
  722. Poesias Coligidas - Antônio Frederico de Castro Alves
  723. Um Capitão de Voluntários - Machado de Assis
  724. História de Quinze Dias - Machado de Assis
  725. Alma Inquieta - Olavo Bilac
  726. Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  727. À Margem da História - Euclides da Cunha
  728. Micrômegas - Voltaire
  729. Verso e Reverso - José de Alencar
  730. Aos Vinte Anos - Aluísio Azevedo
  731. O Garimpeiro - Bernardo Guimarães
  732. Til - José de Alencar
  733. Espumas Flutuantes - Antônio Frederico de Castro Alves
  734. A Ritinha - Artur Azevedo
  735. Broquéis - João da Cruz e Sousa
  736. Crônica do Viver Baiano Seiscentista - Os Homens Bons - Gregório de Matos
  737. Carne Frita - Gustavo Villas Boas Farias
  738. O Passado, passado - Machado de Assis
  739. Ensaio Histórico sobre as Letras no Brasil - Francisco Adolfo de Varnhagen
  740. A Pele do Lobo - Artur Azevedo
  741. Encarnação - José de Alencar
  742. De bello Gallico - Júlio César
  743. Missal - João da Cruz e Sousa
  744. Thus spake zarathustra - Friedrich Nietzsche
  745. Un Marido Ideal - Oscar Wilde
  746. A SERPENTE DE BRONZE - Humberto de Campos
  747. Auto da Feira - Gil Vicente
  748. A Voz - Alexandre Herculano
  749. História de Quinze Dias - Machado de Assis
  750. O Mandarim - José Maria Eça de Queirós
  751. D. Paula - Machado de Assis
  752. Pílades e Orestes - Machado de Assis
  753. O Único Assassinato de Cazuza - Afonso Henriques de Lima Barreto
  754. A Luneta Mágica - Joaquim Manuel de Macedo
  755. As Casadas Solteiras - Luís Carlos Martins Pena
  756. Mateus e Mateusa - Qorpo Santo
  757. Contos Fora de Moda - Artur Azevedo
  758. Não consultes Médico - Machado de Assis
  759. O Cemitério dos Vivos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  760. O Cabeleira - Franklin Távora
  761. As Asas de um Anjo (Peça) - José de Alencar
  762. Folha rota - Machado de Assis
  763. Canto da Solidão - Bernardo Guimarães
  764. Um Especialista - Afonso Henriques de Lima Barreto
  765. Poesias Completas - Laurindo José da Silva Rabelo
  766. Poemas Escolhidos - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  767. ASSOMBRAMENTO - Afonso Arinos
  768. Medea - Eurípedes
  769. Páginas Críticas e Comemorativas - Machado de Assis
  770. The Pearl Box - A. Pastor
  771. Luís Soares - Machado de Assis
  772. Prólogos Interessantíssimos - Vários Autores
  773. Vila Rica - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  774. O Garatuja - José de Alencar
  775. O Juiz de Paz da Roça - Luís Carlos Martins Pena
  776. David Copperfield - Charles Dickens
  777. Cuentos y Fábulas - Marquês de Sade
  778. Beyond Good and Evil - Friedrich Wilhelm Nietzsche
  779. Primeiros Cantos - Antônio Gonçalves Dias
  780. Os Brilhantes do Brasileiro - Camilo Castelo Branco
  781. João Fernandes - Machado de Assis
  782. As You Like It - William Shakespeare
  783. Poemas Malditos - Alvarez Azevedo
  784. Os Pobres - Raul Brandão
  785. Crônica do Viver Baiano Seiscentista - A Nossa Sé da Bahia - Gregório de Matos
  786. O Esqueleto - Aluísio Azevedo
  787. Folhas Caídas - João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  788. Inocência - Visconde de Taunay
  789. Amor com Amor se Paga - França Júnior
  790. A Retirada da Laguna - Visconde de Taunay
  791. Henriqueta Renan - Machado de Assis
  792. Os Dois ou o Inglês Maquinista - Luís Carlos Martins Pena
  793. Marcha Fúnebre - Machado de Assis
  794. A Partida - Coelho Neto
  795. Aesop’s Fables - Esopo
  796. O Touro Branco - Voltaire
  797. The Picture of Dorian Gray - Oscar Wilde
  798. Eu sou a vida- eu não sou a morte - Qorpo Santo
  799. A Jóia - Artur Azevedo
  800. Os Ciúmes de um Pedestre ou o Terrível Capitão do Mato - Luís Carlos Martins Pena
  801. O Poeta e a Inquisição - Visconde de Araguaia
  802. O Rio de Janeiro - Verso e Reverso - José de Alencar
  803. A Nova Califórnia - Afonso Henriques de Lima Barreto
  804. A Marcelina - Artur Azevedo
  805. Naufragios - Alvar Núñez Cabeza de Vaca
  806. Inocência - Visconde de Taunay
  807. Poemas - Luís Nicolau Fagundes Varela
  808. The Picture of Dorian Gray - Oscar Wilde
  809. Catálogo da Exposição Comemorativa do IV Centenário - Fundação Biblioteca Nacional
  810. A Filha de Maria Angu - Artur Azevedo
  811. Caravela: redescobrimentos. (Coleção literatura para todos- v.4) - Gabriel Bicalho
  812. Comes e Bebes - Artur Azevedo
  813. The Adventures of Tom Sawyer - Mark Twain
  814. Vidas Paralelas - Tomo I - Plutarco
  815. Os Bruzundangas - Afonso Henriques de Lima Barreto
  816. O Rio de Janeiro em 1877 - Artur Azevedo
  817. Poesia Litigiosa - Antônio Frederico de Castro Alves
  818. História do Futuro, Vol. II - Pe. Antônio Vieira
  819. Los Hermanos Karamazov - Fedor Dostoievski
  820. Quem Casa, Quer Casa - Luís Carlos Martins Pena
  821. A Nota de Cem Mil-Réis - Artur Azevedo
  822. Um Erradio - Machado de Assis
  823. Auto de Mofina Mendes - Gil Vicente
  824. Cartas Familiares e Bilhetes de Paris - José Maria Eça de Queirós
  825. Poemas de Raul de Leoni - Raul de Leoni
  826. LARANJA-DA-CHINA - Alcântara Machado
  827. O Conde d’Abranhos - José Maria Eça de Queirós
  828. A Book - Emily Dickinson
  829. Macário - Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  830. Histórias e Sonhos - Afonso Henriques de Lima Barreto
  831. Novos Cantos - Antônio Gonçalves Dias
  832. The Fall of the House of Usher - Edgar Allen Poe
  833. Contrastes e Confrontos - Euclides da Cunha
  834. David Copperfield - Charles Dickens
  835. Os Bruzundangas - Afonso Henriques de Lima Barreto
  836. O Noviço - Luís Carlos Martins Pena
  837. A Lover’s Complaint - William Shakespeare
  838. Abel e Helena - Artur Azevedo
  839. A Origem do Mênstruo - Bernardo Guimarães
  840. Feitos de Mem de Sá - Pe. José de Anchieta
  841. Tratado da Terra do Brasil: História da Província Santa Cruz a que Vulgarmente Chamamos Brasil - Pero de Magalhães Gândavo
  842. Recordações do Escrivão Isaías Caminha - Afonso Henriques de Lima Barreto
  843. O Pecado - Afonso Henriques de Lima Barreto
  844. As Farpas (Novenbro a Dezenbro 1882) - José Maria Eça de Queirós
  845. Contos para Velhos - Olavo Bilac
  846. GRÃOS DE MOSTARDA - Humberto de Campos
  847. Pobre Cardeal! - Machado de Assis
  848. O Cabeleira - Franklin Távora
  849. Filmer - H.G. Wells
  850. Estórias de Jenni - Voltaire
  851. Ruy de Leão - Machado de Assis
  852. El Profeta - Gibrán Khalil Gibrán
  853. Cuentos de Amor, de Locura y de Muerte - Horacio Quiroga
  854. Crime and Punishment - Fedor Dostoievski
  855. Um Tratado da Cozinha Portuguesa do Século XV - Anônimo
  856. Numa e a Ninfa - Afonso Henriques de Lima Barreto
  857. A Princesa dos Cajueiros - Artur Azevedo
  858. Grimm’s Fairy Tales - Irmãos Grimm
  859. Tratado da Terra do Brasil - Pero de Magalhães Gândavo
  860. D. Pedro - Alexandre Herculano
  861. A Intrusa - Júlia Valentina da Silveira Lopes de Almeida
  862. O Touro Negro - Aluísio Azevedo
  863. Logica - D. Andres Piquer
  864. Eficiência Militar - Afonso Henriques de Lima Barreto
  865. As Cerejas - Artur Azevedo
  866. Uma Praga Rogada nas Escadarias da Fôrca - Camilo Castelo Branco
  867. O Namorador ou a Noite de São João - Luís Carlos Martins Pena
  868. A mulher de Anacleto - Afonso Henriques de Lima Barreto
  869. As Farpas (Janeiro a Fevereiro 1873) - José Maria Eça de Queirós
  870. Triunfo da Morte - Francesco Petrarca
  871. A Semana Santa - Alexandre Herculano
  872. Sermão dos Bons Anos - Pe. Antônio Vieira
  873. Um sonho e outro sonho - Machado de Assis
  874. Remissão de Pecados - Joaquim Manuel de Macedo
  875. Últimos Sonetos - João da Cruz e Sousa
  876. O Subterrâneo do Morro do Castelo - Afonso Henriques de Lima Barreto
  877. Milagre do Natal - Afonso Henriques de Lima Barreto
  878. Pobre Finoca - Machado de Assis
  879. Os Irmãos das Almas - Luís Carlos Martins Pena
  880. Agudeza Gascona - Marquês de Sade
  881. Madame Bovary: moeurs de province - Gustave Flaubert
  882. O Elixir do Pajé - Bernardo Guimarães
  883. Fables - Jean de La Fontaine
  884. Varios Cuentos - Franz Kafka
  885. O Livro de uma Sogra - Aluísio Azevedo
  886. Enrique IV - William Shakespeare
  887. O Livro de Cesario Verde - José Joaquim Cesário Verde
  888. El la Biblio - Ludwik Lejzer Zamenhof
  889. O Humor e a Ironia em Bernardo de Guimarães - Bernardo Guimarães
  890. Poemas - Alphonsus de Guimarães
  891. Um Que Vendeu a Sua Alma - Afonso Henriques de Lima Barreto
  892. As Jóias da Coroa - Raul Pompéia
  893. Poesías - Antonio Machado
  894. PANÓPLIAS - Olavo Bilac
  895. As Viagens - Olavo Bilac
  896. O Coruja - Aluísio Azevedo
  897. Médico é Remédio - Machado de Assis
  898. Alves & Cia. - José Maria Eça de Queirós
  899. As Farpas (Junho 1883) - José Maria Eça de Queirós
  900. As Farpas (Junho a Julho 1882) - José Maria Eça de Queirós
  901. As Maluquices do Imperador - Paulo Setúbal
  902. O Soldado - Alexandre Herculano
  903. Tentação - Adolfo Ferreira Caminha
  904. Alves & Cia. - José Maria Eça de Queirós
  905. Os Noivos - Artur Azevedo
  906. LIVRO DAS DONAS E DONZELAS - Júlia Lopes de Almeida
  907. Quase ministro - Machado de Assis
  908. O Elogio da Mentira e outras histórias - Lycio de Faria
  909. O Espírito - Artur Azevedo
  910. Leonor de Mendonça - Antônio Gonçalves Dias
  911. As Farpas (Outubro a Novembro 1873) - José Maria Eça de Queirós
  912. Sermão I - Maria, Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  913. Pensamientos y Meditaciones - Gibrán Khalil Gibrán
  914. Memórias e Cotidiano do Rio de Janeiro no Tempo do Rei: trechos selecionados das cartas de Luís Joaquim dos Santos Marrocos - Luís Joaquim dos Santos Marrocos
  915. As Farpas (Março a Abril 1873) - José Maria Eça de Queirós
  916. Não é mel para a boca do asno - Machado de Assis
  917. A Marquesa de Santos - Paulo Setúbal
  918. Pride and Prejudice - Jane Austen
  919. Os Ouvidos do Conde de Chesterfield e o Capelão Goudman - Voltaire
  920. Broquéis - João da Cruz e Sousa
  921. Banhos de Mar - Artur Azevedo
  922. O carro 13 - Machado de Assis
  923. Sermão da Quinta Dominga da Quaresma - Pe. Antônio Vieira
  924. Amor e Pátria - Joaquim Manuel de Macedo
  925. Sermão da Glória de Maria, Mãe de Deus - Pe. Antônio Vieira
  926. A Jóia - Artur Azevedo
  927. Luzia-Homem - Domingos Olímpio Braga Cavalcanti
  928. El Arte de Amar - Publius Ovidius Naso
  929. Divina Commedia di Dante: Purgatorio - Dante Alighieri
  930. Contos Fora da Moda - Artur Azevedo
  931. A Intrusa - Júlia Lopes de Almeida
  932. Alas Rotas - Gibrán Khalil Gibrán
  933. Faróis - João da Cruz e Sousa
  934. La Casa de Bernarda Alba - Federico Garcia Lorca
  935. A Vitória e a Piedade - Alexandre Herculano
  936. Última receita - Machado de Assis
  937. Assunto para um Conto - Artur Azevedo
  938. O Número da Sepultura - Afonso Henriques de Lima Barreto
  939. - Machado de Assis
  940. Mariana - Machado de Assis
  941. História da Conjuração Mineira - Joaquim Norberto de Souza e Silva
  942. Apologos: contos para criança - Coelho Netto
  943. Rogério Duprat: sonoridades multiplas - Regiane Gaúna
  944. Girândola de amores - Aluísio Azevedo
  945. As Asneiras do Guedes - Artur Azevedo
  946. A Tale of Two Cities - Charles Dickens
  947. Certa Entidade em Busca de Outra - Qorpo Santo
  948. Frei Simão - Machado de Assis
  949. Poesias Coligidas - Antônio Frederico de Castro Alves
  950. Nem uma nem outra - Machado de Assis
  951. Letra vencida - Machado de Assis
  952. O Teles e o Tobias - Machado de Assis
  953. O machete - Machado de Assis
  954. Bom - Crioulo - Adolfo Ferreira Caminha
  955. A Ilha da Maré - Manuel Botelho de Oliveira
  956. A Nova Califórnia - Afonso Henriques de Lima Barreto
  957. Últimos Sonetos - João da Cruz e Sousa
  958. Ocidentais - Machado de Assis
  959. Casamiento Engañoso - Miguel de Cervantes
  960. Amor por Anexins - Artur Azevedo
  961. Sentimental - Salomão Rovedo
  962. Discurso sobre a História da Literatura do Brasil - Visconde de Araguaia
  963. Marginália - Afonso Henriques de Lima Barreto
  964. A Maldita Parentela - Joaquim José da França Júnior
  965. A Morte do Lidador - Alexandre Herculano
  966. A Luta - Carmen Dolores
  967. Mattos, Malta ou Matta? - Aluísio Azevedo
  968. O escrivão Coimbra - Machado de Assis
  969. Os Óculos de Pedro Antão - Machado de Assis
  970. El Cuervo - Edgar Allan Poe
  971. VIOLETA - Raul Pompéia
  972. Idéias do Canário - Machado de Assis
  973. All’s Well That Ends Well - William Shakespeare
  974. Flores da Noite - Lycurgo José Henrique de Paiva
  975. Como Gustéis - William Shakespeare
  976. Habilidoso - Machado de Assis
  977. Entre Santos - Machado de Assis
  978. Miloca - Machado de Assis
  979. Mocidade e Morte - Alexandre Herculano
  980. A capital - José Maria Eça de Queirós
  981. Cervantes, Dom Quixote e outras e-crônicas do nosso tempo - Salomão Rovedo
  982. Meia Hora de Cinismo - Joaquim José da França Júnior
  983. Chico - Artur Azevedo
  984. Crônica do Viver Baiano Seiscentista - O Burgo - Gregório de Matos
  985. O Segredo de Augusta - Machado de Assis
  986. O Cancioneiro Português da Vaticana - Teophilo Braga
  987. Produções Satíricas e Bocageanas de Bernardo de Guimarães - Bernardo Guimarães
  988. Como o Diabo as Arma! - Artur Azevedo
  989. A Ilha da Maré - Manuel Botelho de Oliveira
  990. A Viúva do Estanislau - Artur Azevedo
  991. Uma Campanha Alegre - Volume I - José Maria Eça de Queirós
  992. Uma Tragédia no Amazonas - Raul Pompéia
  993. O Defeito de Família - Joaquim José da França Júnior
  994. Marginália - Afonso Henriques de Lima Barreto
  995. Um homem superior - Machado de Assis
  996. O Bote de rapé - Machado de Assis
  997. Antonica da Silva - Joaquim Manuel de Macedo
  998. Terpsícore - Machado de Assis
  999. Quem não quer ser lobo… - Machado de Assis
  1000. Brazilian Tales - Machado de Assis
  1001. - Albuquerque Coelho Netto Carmen Dolores
  1002. Médico é remédio - Machado de Assis
  1003. 1889 Constitution of Japan - Anônimo
  1004. Poema dos Feitos de Mem de Sá - Pe. José de Anchieta
  1005. Amor por Anexins - Artur Azevedo
  1006. NOVELA E CONTO - Amadeu Amaral
  1007. Maria Rosa Mística Excelências, Poderes e Maravilha do seu Rosário - Pe. Antônio Vieira
  1008. Um almoço - Machado de Assis
  1009. São Cristóvão - José Maria Eça de Queirós
  1010. Uma por outra - Machado de Assis
  1011. A Filha Maria de Angu - Artur Azevedo
  1012. O Tipo Brasileiro - Joaquim José da França Júnior
  1013. Antônio Rodrigues, soldado, viajante e jesuíta português na América do Sul no século XVI - Antônio Rodrigues
  1014. O Movimento da Independência, - Oliveira Lima
  1015. Suje-Se, Gordo! - Machado de Assis
  1016. Orai por ele - Machado de Assis
  1017. Virginius - Machado de Assis
  1018. Morta que Mata - Artur Azevedo
  1019. Outras relíquias - Machado de Assis
  1020. O melhor remédio - Machado de Assis
  1021. The Brothers Karamazov - Fedor Dostoievski
  1022. O BAILE DO JUDEU - Inglês de Souza
  1023. Elefantes e Ursos - Artur Azevedo
  1024. Abel Sánchez - Una Historia de Pasión - Miguel de Unamuno
  1025. King Lear - William Shakespeare
  1026. A Bad Business - Anton Checkhov
  1027. Faróis - João da Cruz e Sousa
  1028. O caso Barreto - Machado de Assis
  1029. A Child’s History of England - Charles Dickens
  1030. A Mortalha de Alzira - Aluísio Azevedo
  1031. Um incêndio - Machado de Assis
  1032. Filomena Borges - Aluísio Azevedo
  1033. O Livro Derradeiro - João da Cruz e Sousa
  1034. A Origem do Mênstruo - Bernardo Guimarães
  1035. Sermão III - Maria, Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1036. O programa - Machado de Assis
  1037. Valério - Machado de Assis
  1038. O Cônego ou Metafísica do Estilo - Machado de Assis
  1039. Um dia de entrudo - Machado de Assis
  1040. O destinado - Machado de Assis
  1041. O capitão Mendonça - Machado de Assis
  1042. Crônica do Viver Baiano Seiscentista - Os Homens Bons - Gregório de Matos
  1043. O caso do Romualdo - Machado de Assis
  1044. Três conseqüências - Machado de Assis
  1045. Uma excursão milagrosa - Machado de Assis
  1046. As Doutoras - Joaquim José da França Júnior
  1047. Patkull - Antônio Gonçalves Dias
  1048. Primeiros Cantos - Antônio Gonçalves Dias
  1049. Onda - Machado de Assis
  1050. Ernesto de Tal - Machado de Assis
  1051. De Bello Gallico and Other Commentaries - Caius Julius Caesar
  1052. Troca de datas - Machado de Assis
  1053. A Descent into the Maesltrom - Edgar Allan Poe
  1054. Du côté de chez Swann - Marcel Proust
  1055. O califa de platina - Machado de Assis
  1056. A VIÚVA SIMÕES - Júlia Lopes de Almeida
  1057. Uma ode de anacreonte - Machado de Assis
  1058. O Filho de Gabriela - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1059. Notas Semanais - Machado de Assis
  1060. Uma partida - Machado de Assis
  1061. Catálogo da Exposição Cruz e Sousa, 100 anos de morte (1898-1998) - Fundação Biblioteca Nacional
  1062. Um quarto de século - Machado de Assis
  1063. O cancioneiro portuguez da Vaticana - Teophilo Braga
  1064. Linha Reta e Linha Curva - Machado de Assis
  1065. I libri della famiglia - Jason Harris
  1066. Inocência - Visconde de Taunay
  1067. Auto de Mofina Mendes - Gil Vicente
  1068. A María el Corazón - Pedro Calderón de la Barca
  1069. La Odisea - Homero
  1070. O Diplomático - Machado de Assis
  1071. A cachoeira de Paulo Afonso - Antônio Frederico de Castro Alves
  1072. Notas Semanais - Machado de Assis
  1073. Novas relíquias - Machado de Assis
  1074. Um ambicioso - Machado de Assis
  1075. Páginas Recolhidas - Machado de Assis
  1076. Miss Dollar - Machado de Assis
  1077. Silvestre - Machado de Assis
  1078. Um dístico - Machado de Assis
  1079. Uma Pupila Rica - Joaquim Manuel de Macedo
  1080. Ecce Homo - Friedrich Wilhelm Nietzsche
  1081. Sales - Machado de Assis
  1082. Relíquias da Casa Velha - Machado de Assis
  1083. Heart of Darkness - Joseph Conrad
  1084. Uma loureira - Machado de Assis
  1085. Histórias sem Data - Machado de Assis
  1086. Camos de Soria - Antonio Machado
  1087. Amor por Anexins - Artur Azevedo
  1088. O Parnaso Obsequioso e Obras Poéticas - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1089. Ponto de Vista - Machado de Assis
  1090. O sainete - Machado de Assis
  1091. Viagens na Minha Terra - João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  1092. A morgadinha dos canaviais: crônicas da aldeia - Júlio Dinis
  1093. A Midsommer Nights Dreame - William Shakespeare
  1094. Trina e uma - Machado de Assis
  1095. Trio em Lá Menor - Machado de Assis
  1096. Así que pasen cinco años - Federico Garcia Lorca
  1097. Madame Bovary - Gustave Flaubert
  1098. As Paradas - Artur Azevedo
  1099. Falenas - Machado de Assis
  1100. The Black Cat - Edgar Allan Poe
  1101. Falenas - Machado de Assis
  1102. Dracula - Bram Stoker
  1103. A Capital Federal - Artur Azevedo
  1104. Amor e Pátria - Joaquim Manuel de Macedo
  1105. A campanha da Cordilheira: diário do exército, volume 1 - Visconde de Taunay
  1106. Métamorphoses - Ovídio
  1107. Viaje al Centro de la Tierra - Júlio Verne
  1108. Elegías (Selección) - Sixto Propercio
  1109. Walden - Henry David Thoreau
  1110. I Lusiadi : poema - Luís Vaz de Camões
  1111. A Abóboda - Alexandre Herculano
  1112. Ocidentais - Machado de Assis
  1113. Divina Commedia di Dante: Paradiso - Dante Alighieri
  1114. Marília de Dirceu - Tomáz Antônio Gonzaga
  1115. UM PARTO - Qorpo Santo
  1116. A Ritinha - Artur Azevedo
  1117. Auto Representado na Festa de São Lourenço - Pe. José de Anchieta
  1118. Macário - Alvarez Azevedo
  1119. De Profundis - Oscar Wilde
  1120. Luxo e Vaidade - Joaquim Manuel de Macedo
  1121. Tarde - Olavo Bilac
  1122. De Cima para Baixo - Artur Azevedo
  1123. O Subterrâneo do Morro do Castelo - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1124. Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as de Holanda - Pe. Antônio Vieira
  1125. Sinais de vida no planeta Minas - Fernando Gabeira
  1126. Às Escuras - Artur Azevedo
  1127. História da Província de Santa Cruz - Pero de Magalhães Gândavo
  1128. Quase Ela deu o “sim”, mas… - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1129. Cantigas de Santa Maria - IV - Alfonso X, el Sabio
  1130. Emma - Jane Austen
  1131. Otros Textos Dramáticos - Federico Garcia Lorca
  1132. Coloquio de los Perros - Miguel de Cervantes
  1133. Certa Entidade em Busca de Outra - Qorpo Santo
  1134. O Primo da Califórnia - Joaquim Manuel de Macedo
  1135. No País dos Ianques - Adolfo Ferreira Caminha
  1136. Mocidade morta - Luis Gonzaga Duque Estrada
  1137. A divina quimera - Eduardo Guimaraens
  1138. La Matrona de Efeso - Petronio
  1139. Peru versus Bolívia - Euclides da Cunha
  1140. Cantigas de Santa Maria - II - Alfonso X, el Sabio
  1141. Antony and Cleopatra - William Shakespeare
  1142. Advertência - Mário de Alencar
  1143. 1492 - Mary Johnston
  1144. As Jóias da Coroa - Raul Pompéia
  1145. Barca - Artur Azevedo
  1146. Emma - Jane Austen
  1147. Tratado descritivo do Brasil em 1587 - Gabriel Soares de Sousa
  1148. Ante la Ley - Franz Kafka
  1149. Poesias - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  1150. Flatland - Edwin A. Abbott
  1151. 1811 Dictionary of the Vulgar Tongue - Francis Grose
  1152. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - a freira:ralo, roda e grade - Gregório de Matos
  1153. O Castelo da Faria - Alexandre Herculano
  1154. El Sombrero de Tres Picos - Pedro Antonio de Alarcón
  1155. Cavação - Artur Azevedo
  1156. Foi Buscar Lã… - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1157. Ego te Absolvo - Oscar Wilde
  1158. Eugenia de Fanval - Marquês de Sade
  1159. Livrovivo 2000 - 2002 - Ricardo de Lima Barreto
  1160. A Doll’s House - Henrik Ibsen
  1161. Goyaz - Visconde de Taunay
  1162. A Pele do Lobo - Artur Azevedo
  1163. Brás. Bexiga e Barra Funda - Alcântara Machado
  1164. Obras poéticas - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  1165. Em Sonhos - Artur Azevedo
  1166. O Noviço - Luís Carlos Martins Pena
  1167. O Gramático - Artur Azevedo
  1168. Juca-Pirama - Antônio Gonçalves Dias
  1169. Macbeth - William Shakespeare
  1170. O Ermitão do Muquém - Bernardo Guimarães
  1171. O Monstro e Outros Contos - Humberto de Campos
  1172. Orgullo y Prejuicio - Jane Austen
  1173. La Metamorfosis - Franz Kafka
  1174. Emma - Jane Austen
  1175. Paga ou Morre! - Artur Azevedo
  1176. Poesias Manuscritas - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1177. O Devanear do Céptico - Bernardo Guimarães
  1178. MANA MARIA - Alcântara Machado
  1179. Um Assovio - Qorpo Santo
  1180. Entre a Missa e o Almoço - Artur Azevedo
  1181. O segredo - Antônio Frederico de Castro Alves
  1182. As Pupilas do Senhor Reitor - Júlio Dinis
  1183. Cinco Semanas en Globo - Júlio Verne
  1184. El Convivio - Dante Alighieri
  1185. El Hombre de la Mascara de Hierro - Alexandre Dumas
  1186. Sarças de Fogo - Olavo Bilac
  1187. The Picture of Dorian Grey - Oscar Wilde
  1188. Crime and Punishment - Fedor Dostoievski
  1189. Sermão de Nossa Senhora do Ó (1640) - Pe. Antônio Vieira
  1190. Los Tres Mosqueteros - Alexandre Dumas
  1191. Denúncia Involuntária - Artur Azevedo
  1192. O Primo da Califórnia - Joaquim Manuel de Macedo
  1193. Acima do dó central - Abdul Cadre
  1194. Oeuvres - Arthur Rimbaud
  1195. Dracula - Bram Stocker
  1196. The Canterbury Tales and Other Poems - Geoffrey Chaucer
  1197. Herói à Força - Artur Azevedo
  1198. Luís Soares - Machado de Assis
  1199. Sonetos Inéditos - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1200. La Vida Nueva - Dante Alighieri
  1201. Caiu o Ministério - Joaquim José da França Júnior
  1202. Las Aventuras de Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle
  1203. O Arco de Sant’ana - João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  1204. Peru versus Bolívia - Euclides da Cunha
  1205. Dubliners - James Joyce
  1206. Como se Fazia um Deputado - Joaquim José da França Júnior
  1207. Beowulf - Anônimo
  1208. Cantigas de Santa Maria - III - Alfonso X, el Sabio
  1209. Romeo and Juliet - William Shakespeare
  1210. Un Medico Rural - Franz Kafka
  1211. Obras Poéticas de Glauceste Satúrnio - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1212. An Ideal Husband - Oscar Wilde
  1213. A Serpente de Bronze - Humberto de Campos
  1214. Sermão Nossa Senhora do Rosário com o Santíssimo Sacramento - Pe. Antônio Vieira
  1215. Oliver Twist - Charles Dickens
  1216. El Castillo - Franz Kafka
  1217. All’s Well, that Ends Well - William Shakespeare
  1218. Candide - Voltaire
  1219. El Misterio de Marie Roget - Edgar Allan Poe
  1220. Um Don Juan de Província - Artur Azevedo
  1221. Contos fantásticos - Theóphilo Braga
  1222. Vidas Paralelas - Tomo VII - Plutarco
  1223. À Porta da Botica - Artur Azevedo
  1224. Nova Viagem à Lua - Artur Azevedo
  1225. Anna Karenina - Leo Tolstói
  1226. Robinson Crusoe - Daniel Defoe
  1227. História de um Dominó - Artur Azevedo
  1228. Flor de Sangue - Valentim Magalhães
  1229. Três Gênios de Secretária - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1230. Alma Vasca - Miguel de Unamuno
  1231. Also Sprach Zarathustra - Friedrich Wilhelm Nietzsche
  1232. A Lover’s Complaint - William Shakespeare
  1233. Os Lobisomens - Manuel José Araújo Porto-Alegre
  1234. The Categories - Aristóteles
  1235. O Asa-negra - Artur Azevedo
  1236. O Príncipe de Nassau - Paulo Setúbal
  1237. Del Sentimiento Trágico de la Vida - Miguel de Unamuno
  1238. A bico de pena: fantasias, contos e ferfis (coleção revivendo, nº 4) - Coelho Netto
  1239. O Romance do Prata - Paulo Setúbal
  1240. O Livro de uma Sogra - Aluísio Azevedo
  1241. The Waste Land - T. S. Eliot
  1242. 20,000 Leagues Under the Seas - An Underwater Tour of the World - Jules Verne
  1243. Contrastes e Confrontos - Euclides da Cunha
  1244. Culto Métrico - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1245. El Rey Lear - William Shakespeare
  1246. Utopia - Thomas More
  1247. Descrição da Ilha de Itaparica - Frei Manuel de Santa Maria Itaparica
  1248. El Príncipe y el Mendigo - Mark Twain
  1249. Julius Caesar - William Shakespeare
  1250. Veinte Mil Leguas de Viaje Submarino - Júlio Verne
  1251. O Sacrifício - Franklin Távora
  1252. Sermão do Espírito Santo - Pe. Antônio Vieira
  1253. Folhas Caídas - João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  1254. Salome - Oscar Wilde
  1255. Alone - Edgar Allan Poe
  1256. Lady Susan - Jane Austen
  1257. A Midsummer Night’s Dream - William Shakespeare
  1258. The Metamorphosis - Franz Kafka
  1259. Os Dez por Cento - Artur Azevedo
  1260. A Mortalha de Alzira - Aluísio Azevedo
  1261. Moby Dick - Herman Melville
  1262. Poemas da Morte - Emílio de Menezes
  1263. Hagakure - Anônimo
  1264. El Spleen de París - Charles Baudelaire
  1265. O Elixir do Pajé - Bernardo Guimarães
  1266. Numa e a Ninfa - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1267. Mansfield Park - Jane Austen
  1268. Sermão da Dominga XIX depois do Pentecoste (1639) - Pe. Antônio Vieira
  1269. A History of China - Wolfram Eberhard
  1270. Dirceu de Marília - Joaquim Norberto de Souza e Silva
  1271. A Lotação do Bondes - França Júnior
  1272. Broquéis - João da Cruz e Sousa
  1273. Cleopatra - Jacob Abbott
  1274. El Mundo Perdido - Arthur Conan Doyle
  1275. Amor de Salvação - Camilo Castelo Branco
  1276. El Amigo de la Muerte - Pedro Antonio de Alarcón
  1277. El Gato del Brasil - Arthur Conan Doyle
  1278. Prosopopéia - Bento Teixeira
  1279. A La Madre - José Martí
  1280. Peter Pan in Kensington Garden - J. M. Barrie
  1281. Sermão de Santa Teresa - Pe. Antônio Vieira
  1282. A senzala - Antônio Frederico de Castro Alves
  1283. El Marido Complaciente - Marquês de Sade
  1284. Menina e Moça - Bernardim Ribeiro
  1285. El Arte de la Paz - Morihei Ueshiba
  1286. Persuasión - Jane Austen
  1287. O Alcaide de Santarém - Alexandre Herculano
  1288. Fatalidade - Artur Azevedo
  1289. A Lover’s Complaint - William Shakespeare
  1290. Sermão da Primeira Oitava de Páscoa - Pe. Antônio Vieira
  1291. Os Irmãos das Almas - Luís Carlos Martins Pena
  1292. Cuento de Navidad - Charles Dickens
  1293. Robinson Crusoe - Daniel Defoe
  1294. Inspirações da Tarde - Bernardo Guimarães
  1295. A Dama do pé-de-cabra - Alexandre Herculano
  1296. Tratado da Terra do Brasil - Pero de Magalhães Gândavo
  1297. A Midsummer Night’s Dream - William Shakespeare
  1298. Alfarrábios: o Ermitão da Glória - José de Alencar
  1299. A Woman of No Importance - Oscar Wilde
  1300. O Palhaço - Artur Azevedo
  1301. Mal por Mal… - Artur Azevedo
  1302. Filomena Borges - Aluísio Azevedo
  1303. Macbeth - William Shakespeare
  1304. Poems - T. S. Eliot
  1305. Quarta parte em Lisboa na Oficina de Miguel Deslandes, com todas as licenças e privilégio real - Pe. Antônio Vieira
  1306. Peru versus Bolívia - Euclides da Cunha
  1307. El Desaparecido (América) - Franz Kafka
  1308. O Livro Derradeiro - João da Cruz e Sousa
  1309. Dona Eulália - Artur Azevedo
  1310. Oliver Twist - Charles Dickens
  1311. Curiosidades e Factos Notaveis do Ceará - J. G. Dias Sobreira
  1312. O balanceio de Lauro Maia - Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez)
  1313. Símbolos - Emílio de Menezes
  1314. Memorias del Subsuelo - Fedor Dostoievski
  1315. A romance of many dimensions - Edwin A. Abbott
  1316. Cymbeline - William Shakespeare
  1317. Azul - Ruben Dario
  1318. Sermão da Primeira Sexta-Feira da Quaresma (1644) - Pe. Antônio Vieira
  1319. O Retrato - Artur Azevedo
  1320. Arena y Espuma - Gibrán Khalil Gibrán
  1321. Obras poéticas (nova edição) - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  1322. El Amigo Fiel - Oscar Wilde
  1323. O Caçador Doméstico - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1324. Crônica do viver baiano seiscentista - os homens bons - juízes do Iguaraçu - Gregório de Matos
  1325. Cymbeline - William Shakespeare
  1326. Leonor de Mendonça - Antônio Gonçalves Dias
  1327. O Falso Dom Henrique V - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1328. O Chapéu - Artur Azevedo
  1329. Berenice - Edgar Allan Poe
  1330. Manel Capineiro - Afonso Henriques de Lima Barreto
  1331. Diagnóstico de Muerte - Ambrose Bierce
  1332. Fragmentos del Nuevo Mundo - Americo Vespucio
  1333. Preocupaciones de un Padre de Familia - Franz Kafka
  1334. Sermão de Dia de Ramos (1656) - Pe. Antônio Vieira
  1335. Girândola de Amores - Aluísio Azevedo
  1336. Prosopopéia - Bento Teixeira
  1337. El Adolecente - Fedor Dostoievski
  1338. Candido, o El Optimismo - Voltaire
  1339. Chapéus de palha, panamás, plumas, cartolas - Sylvia Helena Telarolli de Almeida Leite
  1340. MOTTA COQUEIRO OU PENA DE MORTE - José do Patrocínio
  1341. The Smoky God - Willis George Emerson
  1342. Crime and Punishment - Fedor Dostoievski
  1343. Missal - João da Cruz e Sousa
  1344. Sermão II - Maria, Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1345. Sermão de Santa Catarina (1663) - Pe. Antônio Vieira
  1346. Diálogo entre un Sacerdote y un Moribundo - Marquês de Sade
  1347. Um Desastre - Artur Azevedo
  1348. O Galã - Artur Azevedo
  1349. Around the World in 80 Days - Júlio Verne
  1350. Jesús, el Hijo del Hombre - Gibrán Khalil Gibrán
  1351. Aniuta - Anton Tchekov
  1352. 20 000 lieues sous les mers - Jules Verne
  1353. Carta da Companhia - Pe. José de Anchieta
  1354. Encontros Reveladores - Artur Azevedo
  1355. Sermão da Segunda Dominga da Quaresma (1651) - Pe. Antônio Vieira
  1356. Poems - Oscar Wilde
  1357. Deveres do Homem - Ferdinando Medici
  1358. Le Spleen de Paris: petits poèmes en prose - Charles Baudelaire
  1359. Sermão de S. Roque - Pe. Antônio Vieira
  1360. As Asas de um Anjo (Comédia) - José de Alencar
  1361. Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal contra as da Holanda - Pe. Antônio Vieira
  1362. História de um Soneto - Artur Azevedo
  1363. Histoires Extraordinaires - Edgar Allan Poe
  1364. Calila y Dimma - Anônimo
  1365. Utopia - Thomas More
  1366. Amor de Don Perlimplín con Belisa en su Jardín - Federico Garcia Lorca
  1367. 1601 conversation as it was by the social fireside in the time of the tudors - Mark Twain
  1368. Germinal - Emile Zola
  1369. Sermão da Primeira Dominga do Advento (1655) - Pe. Antônio Vieira
  1370. Sermão da Primeira Sexta-Feira da Quaresma (1651) - Pe. Antônio Vieira
  1371. Auto de los Reyes Magos - Anônimo
  1372. À Ilha de Maré termo desta cidade de Bahia Silva - Manuel Botelho de Oliveira
  1373. MEMORIAL DE UM PASSAGEIRO DE BONDE - Amadeu Amaral
  1374. Lady Susan - Jane Austen
  1375. La Conquista del Perú - Pablo Alonso de la Avecilla
  1376. La Dama de las Camelias - Alexandre Dutra
  1377. O Homem - Artur Azevedo
  1378. Poesias Escolhidas - José Cândido de Lacerda Coutinho
  1379. Wuthering Heights - Emily Brontë
  1380. The Odyssey - Homero
  1381. O Ermitão de Muquém - Bernardo Guimarães
  1382. A Dog’s Tale. - Mark Twain
  1383. Grandes Esperanzas - Charles Dickens
  1384. Panóplias - Olavo Bilac
  1385. Sermão do Mandato - Pe. Antônio Vieira
  1386. Edgar Allan Poe’s Complete Poetical Works - Edgar Allan Poe
  1387. Guerras do Alecrim e da Manjerona - Antônio José da Silva
  1388. Curiosités Esthétiques- L’art Romantique et autres oeuvres critiques - Charles Baudelaire
  1389. As you Like it - William Shakespeare
  1390. El Artista del Hambre - Franz Kafka
  1391. Alfarrábios: o Garatuja - José de Alencar
  1392. Espanto en la Alturas - Arthur Conan Doyle
  1393. El paraiso de las mujeres - Vicente Blasco Ibáñez
  1394. Sense and Sensibility - Jane Austen
  1395. A L’Ombre Des Jeunes Filles en Fleur, Volume 1 - Marcel Proust
  1396. Duas Apostas - Artur Azevedo
  1397. El Fantasma de Canterville - Oscar Wilde
  1398. Inspirações da Tarde - Bernardo Guimarães
  1399. Ironia e piedade - Olavo Bilac
  1400. O Dote - Artur Azevedo
  1401. Las Aventuras de Tom Sawyer - Mark Twain
  1402. Flores da Noite - Lycurgo José Henrique de Paiva
  1403. Dona Guidinha do Poço - Manuel de Oliveira Paiva
  1404. Divina Commedia di Dante: Purgatorio - Cantica II - Dante Alighieri
  1405. Sermão de Santa Catarina Virgem e Mártir - Pe. Antônio Vieira
  1406. De la Tierra a la Luna - Júlio Verne
  1407. El Jardin del Profeta - Gibrán Khalil Gibrán
  1408. Robin Hood - Henry Rider Haggard
  1409. Sermão de São Pedro - Pe. Antônio Vieira
  1410. A House of Pomegranates - Oscar Wilde
  1411. As You Like It - William Shakespeare
  1412. Antony and Cleopatra - William Shakespeare
  1413. The Adventures of Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle
  1414. Vergil’s Aeneid in Latin - Virgílio
  1415. El Barril de Amontillado - Edgar Allan Poe
  1416. Pobres Liberais! - Artur Azevedo
  1417. A Daydream - Emily Brontë
  1418. Últimos Sonetos - João da Cruz e Sousa
  1419. O LOBISOMEM - Raymundo Magalhães
  1420. Lobos de Mar - Vicente Blasco Ibáñez
  1421. Freedom’s Battle Being a Comprehensive Collection of Writings and Speeches on the Present Situation - Mahatma Gandhi
  1422. Night and Day - Virginia Woolf
  1423. Beauty and the Beast - Marie Le Prince de Beaumont
  1424. A Study In Scarlet - Arthur Conan Doyle
  1425. El Poder de las Palabras - Edgar Allan Poe
  1426. Angelica e Firmino - Manuel José Araújo Porto-Alegre
  1427. El Retrato Ovalado - Edgar Allan Poe
  1428. Robinson Crusoe - Daniel Defoe
  1429. Delle Frascherie di Antonio Abati fasci tre - Antonio Abati
  1430. A Princesa dos Cajueiros - Artur Azevedo
  1431. El Flautista de Hamelin - Anônimo
  1432. Andrómeda y Perseo - Pedro Calderón de la Barca
  1433. Toc, toc, toc, toc… - Artur Azevedo
  1434. Yerma - Federico Garcia Lorca
  1435. The Iliad - Homero
  1436. Guerras do Alecrim e da Manjerona - Antônio José da Silva
  1437. King Henry IV, Part 1 - William Shakespeare
  1438. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - andanças de uma viola de cabaça - Gregório de Matos
  1439. Le Rouge at Le Noir - Henri Beyle Stendhal
  1440. Livros das Donas e Donzelas - Júlia Lopes de Almeida
  1441. Cymbeline - William Shakespeare
  1442. Annabel Lee - Edgar Allan Poe
  1443. Allan Quatermain - Henry Rider Haggard
  1444. Amaricanto - Salomão Rovedo
  1445. Amado y Aborrecido - Pedro Calderón de la Barca
  1446. El Príncipe Feliz - Oscar Wilde
  1447. Leaves of Grass - Walt Whitman
  1448. Quaestio de aqua et de terra - Dante Alighieri
  1449. Agora que sinto amor - Alberto Caeiro
  1450. O Sonho do Conselheiro - Artur Azevedo
  1451. Woyzeck - George Büchner
  1452. Vidas Paralelas - Tomo I I - Plutarco
  1453. Um Cacete - Artur Azevedo
  1454. O Badejo - Artur Azevedo
  1455. Sermão II - Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1456. Oliver Twist - Charles Dickens
  1457. Sermão XI Com o Santíssimo Sacramento Exposto - Pe. Antônio Vieira
  1458. Mansfield Park - Jane Austen
  1459. Um Assovio - Qorpo Santo
  1460. O 15 e o 17 - Artur Azevedo
  1461. Sermão da Primeira Dominga do Advento (1650) - Pe. Antônio Vieira
  1462. A Beautiful Possibility - Edith Ferguson Black
  1463. História Vulgar - Artur Azevedo
  1464. Faust - Johann Wolfgang Goethe
  1465. A criança que pensa em fadas - Alberto Caeiro
  1466. O Sonho das Esmeraldas - Paulo Setúbal
  1467. El Loco - Gibrán Khalil Gibrán
  1468. Poemas - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1469. La Apuesta del Esparrelló - Vicente Blasco Ibáñez
  1470. A Bundle of Letters - Henry James
  1471. David Copperfield - Charles Dickens
  1472. Tacitus on Germany - Publius Cornelius Tacitus
  1473. Guapeza Valenciana - Vicente Blasco Ibáñez
  1474. Le rime di Tullia d’Aragona, cortigiana del secolo XVI - Tullia D’Aragona
  1475. The Idiot - Fedor Dostoievski
  1476. Niebla - Miguel de Unamuno
  1477. Sermão XIII - Pe. Antônio Vieira
  1478. À Porta da Botica - Artur Azevedo
  1479. O Judas em Sábado de Aleluia - Luís Carlos Martins Pena
  1480. Dona Guidinha do Poço - Manuel de Oliveira Paiva
  1481. Alice nel paese delle meraviglie - Lewis Carroll
  1482. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Mariana, apelidada a rola - Gregório de Matos
  1483. Sermão das Cadeias de S. Pedro em Roma pregado na Igreja de S. Pedro. - Pe. Antônio Vieira
  1484. As doutoras - França Júnior
  1485. El Elixir de Larga Vida - Honoré de Balzac
  1486. Manfredo - George Gordon Byron
  1487. Amimone - José Cândido de Lacerda Coutinho
  1488. Los Versos de Oro - Pitágoras
  1489. Espíritus Rebeldes - Gibrán Khalil Gibrán
  1490. Soneto anal - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  1491. The Raven - Edgar Allan Poe
  1492. Tentação - Adolfo Ferreira Caminha
  1493. Angelitude - Valdecir de Oliveira Anselmo
  1494. Sentido y Sensibilidad - Jane Austen
  1495. All’s Well That Ends Well - William Shakespeare
  1496. Anabasis - Xenofonte
  1497. El Ogro - Vicente Blasco Ibáñez
  1498. Aeneis - Publius Virgilius Maro
  1499. La divina commedia (Scartazzini e Vandelli) - Dante Alighieri
  1500. Uma Tragédia no Amazonas - Raul Pompéia
  1501. O Escravocrata - Artur Azevedo
  1502. Primavera Triste - Vicente Blasco Ibáñez
  1503. Sermão da Quinta Dominga da Quaresma - Pe. Antônio Vieira
  1504. The Idiot - Fedor Dostoievski
  1505. About Love - Anton Checkhov
  1506. Miguel Strogoff - Júlio Verne
  1507. As You Like It - William Shakespeare
  1508. Les liaisons dangereuses - Pierre Choderlos de Laclos
  1509. Poesia Satírica e Versos de Circunstância - Emílio de Menezes
  1510. La Conjuracion de Catilina - Caio Salustio Crispo
  1511. El Gran Inquisidor - Fedor Dostoievski
  1512. Primeiras Trovas Burlescas - Luiz Gonzaga Pinto da Gama
  1513. La Reina Margot - Alexandre Dumas
  1514. Oeuvres Complètes I - Molière
  1515. Um Credor da Fazenda Nacional - Qorpo Santo
  1516. La Barca Abandonada - Vicente Blasco Ibáñez
  1517. Chitra, a Play in One Act - Rabindranath Tagore
  1518. O Defeito de Família - França Júnior
  1519. Crisfal - Cristóvão Falcão
  1520. En el Mar - Vicente Blasco Ibáñez
  1521. La Leyenda de Gilgamesh - Anônimo
  1522. O Liberato - Artur Azevedo
  1523. La Condena - Franz Kafka
  1524. Epicédio - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1525. Sermão Histórico Panegírico nos Anos da Rainha D. Maria Francisca de Sabóia - Pe. Antônio Vieira
  1526. The Fall of the House of Usher - Edgar Allan Poe
  1527. Moby Dick - Herman Melville
  1528. Sermão IX - Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1529. Contrasto - Cielo D’Alcamo
  1530. O Sá - Artur Azevedo
  1531. Luzia-Homem - Domingos Olímpio Braga Cavalcanti
  1532. Sermão de Todos os Santos - Pe. Antônio Vieira
  1533. En la Puerta del Cielo - Vicente Blasco Ibáñez
  1534. Bleak House - Charles Dickens
  1535. Love and Friendship - Jane Austen
  1536. Alls Well That Ends Well - William Shakespeare
  1537. El Milagro de San Antonio - Vicente Blasco Ibáñez
  1538. Sermão do Quarto Sábado da Quaresma (1640) - Pe. Antônio Vieira
  1539. King Henry IV, Part 2 - William Shakespeare
  1540. Munúsciulo Métrico - Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Satúrnio)
  1541. The Count of Monte Cristo - Alexandre Dumas
  1542. O Duplo - Coelho Neto
  1543. Sermão XIV (1633) - Pe. Antônio Vieira
  1544. A Jarifa en una orgía - José de Espronceda
  1545. Ensaio Histórico sobre as Letras no Brasil - Francisco Adolfo de Varnhagen
  1546. Discourses on the First Decade of Titus Livius - Nicolau Maquiavel (Niccolò Machiavelli)
  1547. O SOLDADO JACOB - José Joaquim Medeiros de Albuquerque
  1548. The Odyssey - Homero
  1549. Los Secretos del Corazon - Gibrán Khalil Gibrán
  1550. O Turbilhão - Coelho Neto
  1551. Filomena Borges - Aluísio Azevedo
  1552. William the Conqueror - E. A. Freeman
  1553. Como se Fazia um Deputado - França Júnior
  1554. Sermão de Santa Teresa e do Santíssimo Sacramento - Pe. Antônio Vieira
  1555. Rosmersholm - Henrik Ibsen
  1556. Les Essais - Michel de Montaigne
  1557. Young Knights of the Empire - Robert Baden-Powell
  1558. Las Aventuras de Huckleberry Finn - Mark Twain
  1559. Lorna Doone, A Romance of Exmoor - R. D. Blackmore
  1560. El Femater - Vicente Blasco Ibáñez
  1561. Tao Teh King - Lao Tse
  1562. El Gigante Egoista - Oscar Wilde
  1563. Si Estas Mia Amiko - Luiz Portella
  1564. Un Funcionario - Vicente Blasco Ibáñez
  1565. Livro de Isaac de Nínive - Isaac de Nínive
  1566. Théâtre I - Eugene Labiche
  1567. Crônica do viver baiano seiscentista - os homens bons - santos unhates - Gregório de Matos
  1568. Diálogos - Federico Garcia Lorca
  1569. Novelas de Voltaire - Tomo I - Voltaire
  1570. A Fairy Tale in Two Acts Taken from Shakespeare (1763) - William Shakespeare
  1571. An Enemy of the People - Henrik Ibsen
  1572. Versos Sencillos - José Martí
  1573. Faust: Der Tragoedie erster Teil - Johann Wolfgang von Goethe
  1574. Meus oito anos - Casimiro de Abreu
  1575. La Regenta - Leopoldo Alas Clarín
  1576. Silva: quadros e livros um artista caipira - Romildo Sant’Anna
  1577. Crônica do viver baiano seiscentista -os homens bons - a musa praguejadora - Gregório de Matos
  1578. Théâtre Complet - Jean Racine
  1579. Mano - Coelho Neto
  1580. La Tierra de Todos - Vicente Blasco Ibáñez
  1581. Metamorphoseis - Publius Ovidius Naso
  1582. Quem ele era? - Artur Azevedo
  1583. Pollyanna - Eleonor H. Porter
  1584. The Idiot - Fedor Dostoievski
  1585. El Jardín de los Cerezos - Anton Tchekov
  1586. Arroz y Tartanade - Vicente Blasco Ibáñez
  1587. Die Geschwister - Johann Wolfgang von Goethe
  1588. Notre-Dame de Paris - Victor Hugo
  1589. Utopia - Thomas More
  1590. Clepsidra - Camilo Pessanha
  1591. El Diablo en el Campanario - Edgar Allan Poe
  1592. An Ideal Husband - Oscar Wilde
  1593. Quarta parte, licenças e privilégio real - Pe. Antônio Vieira
  1594. Phaedra - Jean Racine
  1595. Sermão Histórico e Panegírico nos Anos da Rainha D. Maria Francisca de Sabóia - Pe. Antônio Vieira
  1596. En la Boca del Horno - Vicente Blasco Ibáñez
  1597. Crônica do viver Baiano Seiscentista - a cidade e seus pícaros - alguns passos discretos e tristes - Gregório de Matos
  1598. Crônica do viver Baiano Seiscentista - a cidade e seus pícaros - Betica - Gregório de Matos
  1599. A Burlesque Biography - Mark Twain
  1600. Il catone maggiore - Marcus Tullius Cicero
  1601. THE DEVIL’S DICTIONARY - Ambrose Bierce
  1602. La Buenaventura - Pedro Antonio de Alarcón
  1603. A Secreto Agravio, Secreta Venganza - Pedro Calderón de la Barca
  1604. El Amor de la Estanciera - Anônimo
  1605. No Hay Burlas con el Amor - Pedro Calderón de la Barca
  1606. O Telefone - Artur Azevedo
  1607. Verdad y Vida - Miguel de Unamuno
  1608. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Pança farta e pé dormente - Gregório de Matos
  1609. Sermão de São Pedro - Pe. Antônio Vieira
  1610. El Viejo Manuscrito - Franz Kafka
  1611. El Cristo de Velázquez - Miguel de Unamuno
  1612. Gulliver’s Travel - Jonathan Swift
  1613. The divine comedy, vol. 1, hell (inferno) - Dante Alighieri
  1614. Paulino e Roberto - Artur Azevedo
  1615. X e W - Artur Azevedo
  1616. O Tribofe - Artur Azevedo
  1617. Great Expectations - Charles Dickens
  1618. Carta de Colón Anunciando el Descubrimiento - Cristóvão Colombo
  1619. Relação do Piloto Anônimo - Anônimo
  1620. The Trial - Franz Kafka
  1621. Old Creole Days - George Washington Cable
  1622. Chist! - Anton Tchekov
  1623. O Meu Criado João - Artur Azevedo
  1624. Dracula’s Guest - Bram Stoker
  1625. The Mason-Bees - J. Henri Fabre
  1626. Mi Religión - Miguel de Unamuno
  1627. La divina commedia (Curador: Giorgio Petrocchi) - Dante Alighieri
  1628. The Turn of the Screw - Henry James
  1629. O Vaqueano - Apolinário José Gomes Porto-Alegre
  1630. Vulcano e Minerva - José Cândido de Lacerda Coutinho
  1631. Pan-americano - Artur Azevedo
  1632. Ghosts A Domestic Tragedy in Three Acts - Henrik Ibsen
  1633. La Condenada - Vicente Blasco Ibáñez
  1634. The Epic An Essay - Lascelles Abercrombie
  1635. La Catedral - Vicente Blasco Ibáñez
  1636. Elves and Heroes - Donald A. MacKenzie
  1637. O Rio de Janeiro 1877 - Artur Azevedo
  1638. Marco Paul’s voyages and travels- Vermont - Jacob Abbott
  1639. Amor é um arder, que se não sente - Abade de Jazente
  1640. La Caperuza - Vicente Blasco Ibáñez
  1641. King Henry the Eighth - William Shakespeare
  1642. Noche de Bodas - Vicente Blasco Ibáñez
  1643. O Turbilhão - Coelho Neto
  1644. Heart of Darkness - Joseph Conrad
  1645. La Pared - Vicente Blasco Ibáñez
  1646. O Sacrifício - Franklin Távora
  1647. Canção ao Mar (Mar Eterno) - Eugénio Tavares
  1648. Albert Savarus - Honoré de Balzac
  1649. Puelina - Artur Azevedo
  1650. History of Julius Caesar - Jacob Abbott
  1651. Almejos da angelitude - pensamentos - Valdecir de Oliveira Anselmo
  1652. El Silencio de las Sirenas - Franz Kafka
  1653. El Wendigo - Algernon Blackwood
  1654. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Custódia - Gregório de Matos
  1655. 6 rocks matutos & 1 romance rasgado. Sambarrancho do bar Jangadeiro - Salomão Rovedo
  1656. Sermão de Santa Catarina Virgem e Mártir - Pe. Antônio Vieira
  1657. La Púrpura de la Rosa - Pedro Calderón de la Barca
  1658. By-Ways of Bombay - S. M. Edwardes
  1659. La Grèce Contemporaine - Edmond About
  1660. Eleonora - Edgar Allan Poe
  1661. Ben-Hur: A Tale of the Christ - Lew Wallace
  1662. Canzone sopra la vittoria seguita contra l’armata Turchesca - Giovanni Battista Amalteo
  1663. By-Ways of Bombay - S. M. Edwardes
  1664. Crônica do viver baiano seiscentista - os homens bons - espada e espadilha - Gregório de Matos
  1665. Carminum - Horacio
  1666. Golpe Doble - Vicente Blasco Ibáñez
  1667. La Tempestad - Gibrán Khalil Gibrán
  1668. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Letrados - Gregório de Matos
  1669. The Cask of Amontillado - Edgar Allan Poe
  1670. Les Fleurs du Mal - Charles Baudelaire
  1671. The Hungry Stones - Rabindranath Tagore
  1672. La Guerra de Jugurta - Caio Salustio Crispo
  1673. El Jugador - Fedor Dostoievski
  1674. El Tulipán Negro - Alexandre Dumas
  1675. Moby Dick - Herman Melville
  1676. EL Maniquí - Vicente Blasco Ibáñez
  1677. Al Final de Camino - Rudyard Kipling
  1678. El Escudo de la Ciudad - Franz Kafka
  1679. Una Mujer sin Importancia - Oscar Wilde
  1680. Aventuras de Diófanes - Teresa Margarida da Silva e Orta
  1681. Walking - Henry David Thoreau
  1682. The Iliad - Homero
  1683. Sermão III - Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1684. Um Credor da Fazenda Nacional - Qorpo Santo
  1685. Os romances da semana - Joaquim Manuel de Macedo
  1686. Noches Blancas - Fedor Dostoievski
  1687. Poesias - Júlio Dinis
  1688. The Importance of Being Earnest - Oscar Wilde
  1689. Memoirs of Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle
  1690. Autre Étude de Femme - Honoré de Balzac
  1691. Venganza Moruna - Vicente Blasco Ibáñez
  1692. Quem Casa, Quer Casa - Luís Carlos Martins Pena
  1693. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Antônia - Gregório de Matos
  1694. O Lobisomem - Raymundo Magalhães
  1695. El Capitán Veneno - Pedro Antonio de Alarcón
  1696. Sermão VI - Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1697. Hamlet, Prinz von Daennemark - William Shakespeare
  1698. Die Leiden des jungen Werther–Buch 1 - Johann Wolfgang von Goethe
  1699. Bits About Home Matters - Helen Hunt Jackson
  1700. Silence — a Fable - Edgar Allan Poe
  1701. El Parasito del Tren - Vicente Blasco Ibáñez
  1702. Alma Cabocla - Paulo Setúbal
  1703. Cleopatra - Henry Rider Haggard
  1704. The Adventures of Huckleberry Finn - Mark Twain
  1705. O Cabeleira - Franklin Távora
  1706. El Paje del Duque de Saboya - Alexandre Dumas
  1707. A isca - Júlia Lopes de Almeida
  1708. Lagrimas y Sonrisas - Gibrán Khalil Gibrán
  1709. Aedh Wishes For The Clothes Of Heaven - William Butler Yeats
  1710. A Dream of Armageddon. - H.G. Wells
  1711. La Espuma Obras completas de D. ARMANDO PALACIO VALDES, Tomo VII - Don Armando Palacio Valdés
  1712. Ligeia - Edgar Allan Poe
  1713. Briefe aus der Schweiz - Johann Wolfgang von Goethe
  1714. Crônica do viver baiano seiscentista - cidade e seus pícaros - Adãos de Massapê - Gregório de Matos
  1715. Os Estrangeiros - Francisco de Sá de Miranda
  1716. Tubarão com a faca nas costas. (Coleção literatura para todos- v.3) - Cezar Dias
  1717. Romancero Gitano - Federico Garcia Lorca
  1718. Sermão do Mandato - Pe. Antônio Vieira
  1719. The divine comedy, vol. 3, paradise (paradiso) - Dante Alighieri
  1720. Amadeo I - Benito Pérez Galdós
  1721. The divine comedy, vol. 2, purgatory (purgatorio) - Dante Alighieri
  1722. La Tía Tula - Miguel de Unamuno
  1723. El Ruiseñor y la Rosa - Oscar Wilde
  1724. Arizona Sketches - Joseph A. Munk
  1725. La Hermosa Vampirizada - Alexandre Dumas
  1726. O Romance do Prata - Paulo Setúbal
  1727. Acordar e despertar: pequenos toques para acordar ao lado da felicidade - Priscila Lima Rovedo
  1728. El Demonio de la Perversidad - Edgar Allan Poe
  1729. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - briga, briga - Gregório de Matos
  1730. Vovó Andrade - Artur Azevedo
  1731. El Cumpleaños de la Infanta - Oscar Wilde
  1732. Ninfas del Valle - Gibrán Khalil Gibrán
  1733. The Origins of Contemporary France - Volume 1 - Hippolyte A. Taine
  1734. Las Indias Negras - Júlio Verne
  1735. Hard Times - Charles Dickens
  1736. El Sueño del Príncipe - Fedor Dostoievski
  1737. El Retrato de Mister W. H. - Oscar Wilde
  1738. Yo Acuso - La Verdad en Marcha - Émile Zola
  1739. El Establo de Eva - Vicente Blasco Ibáñez
  1740. Desde el tronco de un ombú - Eduardo Acevedo Díaz
  1741. El préstamo de la difunta - Vicente Blasco Ibáñez
  1742. Romeo y Julieta - William Shakespeare
  1743. El Funeral de John Mortonson - Ambrose Bierce
  1744. Sermão do Segundo Mandato - Pe. Antônio Vieira
  1745. Crônica do viver baiano seiscentista - os homens bons - pessoas beneméritas - Gregório de Matos
  1746. A Baffled Ambuscade - Ambrose Bierce
  1747. Actores e autores - Fialho d’Almeida
  1748. Sombras de Sueño - Miguel de Unamuno
  1749. The Rivet in Grandfather’s Neck A Comedy of Limitations - James Branch Cabell
  1750. The Use and Need of the Life of Carrie A. Nation - Carrie A. Nation
  1751. Other People’s Money - Emile Gaboriau
  1752. The War of the Worlds - H.G. Wells
  1753. Grãos de Mostarda - Humberto de Campos
  1754. La Nez d’un Notaire - Edmond About
  1755. Gesta de Mio Cid - Anônimo
  1756. El Escarabajo de Oro - Edgar Allan Poe
  1757. Storia di Giulietta e Romeo con la loro pietosa morte avvenuta già in Verona nel tempo del Sig. Bartolommeo della Scala - Luigi Da Porto
  1758. O Califa da Rua do Sabão - Artur Azevedo
  1759. Sermão VIII - Com o Santíssimo Sacramento Exposto Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1760. Soneto da puta novata - Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  1761. The Lost World - Arthur Conan Doyle
  1762. Crônica do viver baiano seiscentista - os homens bons - pessoas muito principais - Gregório de Matos
  1763. Oscar Wilde Miscellaneous - Oscar Wilde
  1764. England’s Great Happiness - Anônimo
  1765. Phantastes, A Faerie Romance - George MacDonald
  1766. Canção do exílio - Casimiro de Abreu
  1767. Campanha Abolicionista - José Carlos do Patrocínio
  1768. El Corazón Delator - Edgar Allan Poe
  1769. El Millonario Modelo - Oscar Wilde
  1770. Las Aves - Aristófanes
  1771. Théâtre II - Eugene Labiche
  1772. La Corrección - Vicente Blasco Ibáñez
  1773. A Collection of Old English Plays, Vol. II - Vários Autores
  1774. Paradise Lost - John Milton
  1775. La Barraca - Vicente Blasco Ibáñez
  1776. A Buen Juez, Mejor Testigo - Jose Zorrilla
  1777. King Henry the Fourth - William Shakespeare
  1778. Baron Trigault’s Vengeance - Émile Gaboriau
  1779. Anjo! - Casimiro de Abreu
  1780. Na Horta - Artur Azevedo
  1781. Candide ou L’Optimisme - Voltaire
  1782. Ingenuidade - Artur Azevedo
  1783. Pillars of Society - Henrik Ibsen
  1784. Gargantua and Pantagruel, Book I. Five Books Of The Lives, Heroic Deeds And Sayings Of Gargantua And His Son Pantagruel - François Rabelais
  1785. Su Único Hijo - Leopoldo Alas Clarín
  1786. He Wishes For The Cloths Of Heaven - William Butler Yeats
  1787. Alexandre - Guy de Maupassant
  1788. The Bracelets - Maria Edgeworth
  1789. Crônica do viver baiano seiscentista - cidade e seus pícaros - opúsculo de Pedro Alz. da Neyva - Gregório de Matos
  1790. Um Sarau no Paço de São Cristóvão - Paulo Setúbal
  1791. Gitanjali - Rabindranath Tagore
  1792. Fritzmac - Artur Azevedo
  1793. El Signo de los Cuatro - Arthur Conan Doyle
  1794. Northanger Abbey - Jane Austen
  1795. A woman of thirty - Honoré de Balzac
  1796. Rollo at Play Safe Amusements - Jacob Abbott
  1797. Dias de guerra e de sertão - Visconde de Taunay
  1798. Historia del Imperio Ruso bajo Pedro el Grande - Voltaire
  1799. Un Golpe a la Puerta del Cortijo - Franz Kafka
  1800. El matadero - Esteban Echeverría
  1801. Action Front - Boyd Cable
  1802. La Cencerrada - Vicente Blasco Ibáñez
  1803. Correspondência - Emílio de Menezes
  1804. Acho tão natural que não se pense - Alberto Caeiro
  1805. La Vuelta al Mundo en 80 Días - Júlio Verne
  1806. Vidas Paralelas - Tomo IV - Plutarco
  1807. Sermão Segundo do Mandato - Pe. Antônio Vieira
  1808. O Barão de Pituaçu - Artur Azevedo
  1809. Crisfal - Cristóvão Falcão
  1810. Saxe Holm’s Stories - Helen Hunt Jackson
  1811. Epaminondas - Artur Azevedo
  1812. Sova bem Merecida - Artur Azevedo
  1813. A Gonzalo de Quesada - José Martí
  1814. El Album - Anton Tchekov
  1815. PAULO - Bruno Seabra
  1816. She Stands Accused - Victor MacClure
  1817. It Can Be Done Poems of Inspiration - Joseph Morris Bachelor
  1818. Bucolica - Publius Virgilius Maro
  1819. Grimms’ Fairy Tales - Irmãos Grimm
  1820. Vidas Paralelas - Tomo I I I - Plutarco
  1821. La Galatea - Miguel de Cervantes
  1822. Wuthering Heights - Emily Brontë
  1823. Cobras em compota. (Coleção literatura para todos- v.2) - Índigo
  1824. Nativa - Eduardo Acevedo Díaz
  1825. Daisy Miller - Henry James
  1826. Poésies - Stéphane Mallarmé
  1827. The poetics - Aristóteles
  1828. Life and Letters of Charles Darwin, Volume I - Charles Darwin
  1829. Der Sturm - The Tempest - William Shakespeare
  1830. Cuentos de la India - Rudyard Kipling
  1831. O Defunto - Thomaz Lopes
  1832. Serões da província - Júlio Dinis
  1833. Uma Carga de Sono - Artur Azevedo
  1834. The Playboy of the Western World - J. M. Synge
  1835. Parmenides - Plato
  1836. Vanka - Anton Tchekov
  1837. El Niño Estrella - Oscar Wilde
  1838. Old English Libraries, The Making, Collection, and Use of Books During the Middle Ages - Ernest A. Savage
  1839. Agesilaus - Xenofonte
  1840. Keeping up with Lizzie - Irving Bacheller
  1841. Le Rouge et le Noir: chronique de XIX siècle - Henri Beyle Stendhal
  1842. A Message from the Sea - Charles Dickens
  1843. Cuesta Abajo - Leopoldo Alas Clarín
  1844. Cartas Marruecas - José Cadalso
  1845. The Teaching of Jesus - George Jackson
  1846. Baron Trigault’s Vengeance - Emile Gaboriau
  1847. Four Pigeons Captains All, Book 7. - William Wymark Jacobs
  1848. El Hombre de la Multitud - Edgar Allan Poe
  1849. The Heroine of Vesuvius - A. J. O’Reilly
  1850. A Bivouac of the Dead - Ambrose Bierce
  1851. A Woman of No Importance - Oscar Wilde
  1852. Romance de lobos, comedia barbara - Ramon del Valle-Inclan
  1853. Pulpit and Press (6th Edition) - Mary Baker Eddy
  1854. Os fidalgos da casa mourisca - Júlio Dinis
  1855. Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Robert Louis Stevenson
  1856. Celoso Estremeño - Miguel de Cervantes
  1857. Mystic Isles of the South Seas - Frederick O’Brien
  1858. El sueño de las calaveras - Francisco de Quevedo
  1859. L’argent des autres I. Les hommes de paille - Emile Gaboriau
  1860. Chamber Music - James Joyce
  1861. Amelia Smith - Visconde de Taunay
  1862. A Concise Dictionary of Middle English From A.D. 1150 To 1580 - Anthony Lawson Mayhew
  1863. Béatrix - Honoré de Balzac
  1864. A Concise Dictionary of Middle English From A.D. 1150 To 1580 - Walter W. Skeat
  1865. A book of strife in the form of the diary of an old soul - George MacDonald
  1866. La Fuerza de la Sangre - Miguel de Cervantes
  1867. The Century Vocabulary Builder - Joseph Morris Bachelor
  1868. The lady from the sea - Henrik Ibsen
  1869. The Century Vocabulary Builder - Creever
  1870. Des Causes de la Corruption du Goust - Anne Dacier
  1871. Crônica do viver baiano seiscentista - cidade e seus pícaros - Ângela - Gregório de Matos
  1872. The Divine Comedy of Dante: Paradise - Dante Alighieri
  1873. A Collection of Beatrix Potter Stories - Beatrix Potter
  1874. A Boy’s Will - Robert Frost
  1875. El Tragico - Anton Tchekov
  1876. Estudio en Escarlata - Arthur Conan Doyle
  1877. The Phantom of the Opera - Gaston Leroux
  1878. La Espuma - Don Armando Palacio Valdés
  1879. Ingleses na Costa - Joaquim José da França Júnior
  1880. Pandora - Henry James
  1881. The Lost World - Arthur Conan Doyle
  1882. De jongere generatie Gesprekken met vertegenwoordigers van de nieuwere richting in onze literatuur - E. D’Oliveira
  1883. Inspirações do claustro - Luís José Junqueira Freire
  1884. Educación Popular - José Martí
  1885. Pillars of Society - Henrik Ibsen
  1886. Una Cruza - Franz Kafka
  1887. El Sacrificio - Algernon Blackwood
  1888. La Tempestad - William Shakespeare
  1889. El paraiso de las mujeres Novela - Vicente Blasco Ibanez
  1890. A judia - Manuel Joaquim Pinheiro Chagas
  1891. The Divine Comedy of Dante - H. F. Cary
  1892. The Valley of Fear - Arthur Conan Doyle
  1893. Crônica do viver baiano seiscentista - cidade e seus pícaros - Maria João - Gregório de Matos
  1894. Selected Poems of Oscar Wilde - Oscar Wilde
  1895. O Paulo - Artur Azevedo
  1896. Théâtre III - Eugene Labiche
  1897. Bardelys the Magnificent - Rafael Sabatini
  1898. Allan Quatermain - Henry Rider Haggard
  1899. The Hound of the Baskervilles - Arthur Conan Doyle
  1900. Tales of Terror and Mystery - Arthur Conan Doyle
  1901. Entre a juntura dos ossos. (Coleção literatura para todos- v. 5) - Vera Lúcia de Oliveira
  1902. Lendas do Sul - J. Somoes Lopes Netto
  1903. Indian Heroes and Great Chieftains - Charles A. Eastman
  1904. The Guide to Reading - The Pocket University Volume XXIII - Lyman Abbott et al
  1905. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Bárbora ou Babu - Gregório de Matos
  1906. King Solomon’s Mines - Henry Rider Haggard
  1907. A Book Of German Lyrics - Vários Autores
  1908. Keinethl - Jane Abbott
  1909. Crônica do viver baiano seiscentista - os homens bons - a nossa sé da Bahia - Gregório de Matos
  1910. The Clouds - Aristófanes
  1911. El Médico de su Honra - Pedro Calderón de la Barca
  1912. Viagem ao Parnaso - Artur Azevedo
  1913. The Light Princess - George MacDonald
  1914. El Faro del Fin del Mundo - Júlio Verne
  1915. Las dos Doncellas - Miguel de Cervantes
  1916. The Old Northwest, A Chronicle of the Ohio Valley and Beyond - Frederic Austin Ogg
  1917. Ghosts - Henrik Ibsen
  1918. O Galo - Artur Azevedo
  1919. Crônica do viver baiano seiscentista - cidade e seus pícaros - Brites - Gregório de Matos
  1920. Kincaid’s battery - George W. Cable
  1921. Sabina - Artur Azevedo
  1922. Batata cozida, mingau de cará. (Coleção literatura para todos- v. 8) - Eloí Elisabete Bocheco
  1923. Robert Falconer - George MacDonald
  1924. De kleine Johannes - Frederik van Eeden
  1925. El Hundimiento de la Casa Usher - Edgar Allan Poe
  1926. The Origins of Contemporary France - Volume 4 - Hippolyte A. Taine
  1927. A Poison Tree - William Blake
  1928. El Vagabundo - Gibrán Khalil Gibrán
  1929. Un Mensaje Imperial - Franz Kafka
  1930. Aphrodite: moeurs antiques - Pierre Louÿs
  1931. Dust - Mr. And Mrs. Haldeman-Julius
  1932. Sonriendo - C. Wagner
  1933. La Voz del Maestro - Gibrán Khalil Gibrán
  1934. Uma Aposta - Artur Azevedo
  1935. Mogens and Other Stories - Jens Peter Jacobsen
  1936. Between Whiles - Helen Hunt Jackson
  1937. Thoughts out of Season (Part One) - Friedrich Nietzsche
  1938. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Joana - Gregório de Matos
  1939. Hell or The Inferno from The divine comedy - Dante Alighieri
  1940. Intentions - Oscar Wilde
  1941. Sermão X - Maria Rosa Mística - Pe. Antônio Vieira
  1942. Reminiscências - Visconde de Taunay
  1943. Lady John Russell - Agatha Russell e Desmond MacCarthy
  1944. The Voyage Out - Virginia Woolf
  1945. The Portrait of a Lady - Henry James
  1946. Notes from the Underground - Fedor Dostoievski
  1947. Cyropaedia - Xenofonte
  1948. El Público - Federico Garcia Lorca
  1949. Figures of earth - James Branch Cabell
  1950. Grito de gloria - Eduardo Acevedo Díaz
  1951. O Lencinho - Artur Azevedo
  1952. Chinese Literature Comprising The Analects of Confucius, The Sayings of Mencius, The Shi-King, The Travels of Fâ-Hien, and The Sorrows of Han - Anônimo
  1953. David Elginbrod - George MacDonald
  1954. Sermão XII (1639) - Pe. Antônio Vieira
  1955. The Soul of Man - Oscar Wilde
  1956. ?a pastor ben talhada - Dom Dinis
  1957. Aguas Primaverales - Ivan Turguenev
  1958. The Canterbury Pilgrims - E. C. Oakden
  1959. Bouvard et Pécuchet - Gustave Flaubert
  1960. Het portret van Dorian Gray - Oscar Wilde
  1961. El Abanico de Lady Windermere - Oscar Wilde
  1962. The Tavern Knight - Rafael Sabatini
  1963. Dona Rosita la Soltera o El Lenguaje de las Flores - Federico Garcia Lorca
  1964. Mare nostrum (our sea) a novel - Vicente Blasco Ibanez
  1965. Rozaura, a enjeitada - Bernardo Guimarães
  1966. A House to Let - Charles Dickens
  1967. Céus e terras do Brasil - Visconde de Taunay
  1968. Shakespeare’s Sonnets - William Shakespeare
  1969. A espantosa realidade das cousas - Alberto Caeiro
  1970. The Absentee - Maria Edgeworth
  1971. Castle Rackrent - Maria Edgeworth
  1972. El Crimen de Lord Arthur Saville - Oscar Wilde
  1973. Primer Amor - Ivan Turguenev
  1974. A Simplified Alphabet. - Mark Twain
  1975. A Thorny Path Volume 4 - Georg Ebers
  1976. The Brother of Daphne - Dornford Yates
  1977. The Bells - Edgar Allan Poe
  1978. Old Indian Days - Charles A. Eastman
  1979. Vergil’s Bucolics in Latin - Virgílio
  1980. The Soul of the Indian - Charles A. Eastman
  1981. Abandoned - Guy de Maupassant
  1982. Pollyanna - Eleanor Hodgman Porter
  1983. The Devil in the Belfry - Edgar Allan Poe
  1984. Homeward Bound Sailor’s Knots, Part 2. - William Wymark Jacobs
  1985. The Poems and Fragments - Hesíodo
  1986. Lady Windermere’s Fan - Oscar Wilde
  1987. Her Praise - William Butler Yeats
  1988. The Champdoce Mystery - Emile Gaboriau
  1989. Crônica do viver baiano seiscentista - a cidade e seus pícaros - Cota - Gregório de Matos
  1990. El Talento - Anton Tchekov
  1991. Lapis Lazuli - William Butler Yeats
  1992. Cantos de Vida y Esperanza - Ruben Dario
  1993. A Horse’s Tale - Mark Twain
  1994. Cantico di Natale - Charles Dickens
  1995. Curiosites Infernales - P. L. Jacob
  1996. Jumalainen näytelmä: Kiirastuli Divina Commedia: (Purgatory) - Dante Alighieri
  1997. Hindoo tales or, the adventures of ten princes - P. W. Jacob


Nenhum comentário:

Postar um comentário

'

'

Este Blog é corretamente visualizado com o Navegador FIREFOX . Portanto, se voce deseja redescobrir este Blog e a Grande Maioria dos Grandes Sites da Web, use o Navegador FIREFOX. O único totalmente compatível com Sites da Web 2.0, A ELITE DA INTERNET. Já usa o Firefox? Parabens! Ainda não tem? CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA AGORA O DOWNLOAD TOTALMENTE GRATUITO e DESCUBRA UM "MUNDO NOVO" EM SEUS SITES PREFERIDOS!!!

Live Traffic

WARNIG:

This page is displayed correctly with Firefox. Screen Resolution 1024 by 768 pixels.
'











































'